BBCBrasil.com
70 anos 1938-2008
Español
Português para a África
Árabe
Chinês
Russo
Inglês
Outras línguas
 
Atualizado às: 05 de novembro, 2003 - 10h27 GMT (08h27 Brasília)
 
Envie por e-mail Versão para impressão
'Tomar uma' com amigos faz bem ao cérebro, diz pesquisa
Beber com amigos pode beneficiar o cérebro
Beber com amigos pode ajudar o cérebro
 

Homens de meia-idade têm agora uma boa desculpa para ir ao bar com seus colegas: atividades sociais fazem bem para o cérebro.

Pesquisadores afirmam que atividades como jogar xadrez, ter aulas à tarde ou ir a um bar com os amigos ajudam a manter a agilidade mental.

Mulheres de meia-idade, segundo a pesquisa, teriam menos benefício ao fazer as mesmas atividades.

Pelas análises de uma equipe da University College London, o trabalho mostra que as pessoas não devem ficar conformadas em perder a agilidade mental quando envelhecem.

Atividades sociais

Na pesquisa, foram entrevistados cerca de 5,4 mil trabalhadores com idades entre 35 e 55 anos. Eles contaram seus hábitos de lazer e foram questionados sobre que tipo de atividades faziam entre as que exigem um grande esforço cognitivo, como visitas culturais e aulas, e as que exigem pouco esforço, como limpar a casa.

Os participantes da pesquisa foram também submetidos a testes de inteligência sobre memória de palavras, raciocínio matemático, vocabulário e fluência verbal.

As pessoas que faziam atividades que exigiam bastante concentração ou envolviam interação social foram associadas com melhores habilidades cognitivas que os que diziam fazer menos esforço.

Os homens também pareceram se beneficiar mais das atividades sociais que as mulheres. Os pesquisadores acreditam que essa diferença possa ser atribuída ao fato de mulheres fazerem com mais freqüência atividades sociais que não eram abrangidas pelo estudo.

Atenção na meia-idade

A conclusão é que procurar estímulos mentais pode beneficiar o raciocínio na meia-idade. "Alguns pensam que o raciocínio não é um dom flexível, que o número de neurônios não muda e que gradualmente perdemos conexões cerebrais", disse à BBC Archama Singh-Manoux, chefe da pesquisa.

Para ela, sua pesquisa prova que atividades podem sim influenciar a capacidade mental de um indivíduo. "Acreditamos que o que você faz vai ter importância durante sua vida", afirmou. "Pessoas de meia idade devem se manter ativas e engajadas", recomendou a pesquisadora.

Ela advertiu, porém, que "uma cervejinha" com amigos é benéfica, mas beber em excesso não faz bem. "Níveis moderados são sempre melhores", disse. A pesquisa foi publicada no Journal of Epidemiology and Community Health.

 
 
NOTÍCIAS RELACIONADAS
 
 
LINKS EXTERNOS
 
A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo dos links externos indicados.
 
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
 
Envie por e-mail Versão para impressão
 
 
Tempo | Sobre a BBC | Expediente | Newsletter
 
BBC Copyright Logo ^^ Início da página
 
  Primeira Página | Ciência & Saúde | Cultura & Entretenimento | Vídeo & Áudio | Fotos | Especial | Interatividade | Aprenda inglês
 
  BBC News >> | BBC Sport >> | BBC Weather >> | BBC World Service >> | BBC Languages >>
 
  Ajuda | Fale com a gente | Notícias em 32 línguas | Privacidade