BBCBrasil.com
70 anos 1938-2008
Español
Português para a África
Árabe
Chinês
Russo
Inglês
Outras línguas
 
Atualizado às: 25 de junho, 2005 - 03h37 GMT (00h37 Brasília)
 
Envie por e-mail Versão para impressão
EUA confirmam segundo caso de vaca louca
 
Autoridades defenderam os controles vigentes no país
Autoridades defenderam os controles vigentes no país
Autoridades americanas confimaram a existência do segundo caso da doença da vaca louca (Encefalopatia Espongiforme Bovina, no nome científico) no país.

O primeiro havia sido registrado em 2003, no Estado de Washington.

O resultado foi verificado em testes conduzidos em laboratórios na Grã-Bretanha depois que a suspeita foi divulgada pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos, no início deste mês.

O Departamento diz que não há risco para a saúde pública porque a carne do animal – que morreu em novembro do ano passado – não foi consumida por ninguém nem usada para alimentar outros animais.

"A entrada do animal na cadeia alimentar foi bloqueada por causa das barreiras que nós temos funcionando. Os americanos têm todas as razões para continuar confiando na segurança da nossa carne", afirmou o secretário de Agricultura Mike Johanns, em entrevista coletiva.

"A ameaça de BSE (nome científico da doença, na sigla em inglês) a humanos neste país é tão remota que você tem mais chance de se machucar atravessando a rua para ir ao supermercado do que comendo o bife que você comprou no supermercado," disse Johanns, defendendo o sistema de controles do país.

Bife no almoço

O secretário disse que ele próprio havia comido bife no almoço para tentar tranqüilizar a população.

A descoberta do caso de 2003, numa vaca importada do Canadá, levou à perda de bilhões de dólares em exportações de carne suspensas e pôs em xeque a segurança dos alimentos produzidos nos Estados Unidos.

Desde então, o Japão e a Coréia do Sul não compram carne do país, mas as autoridades americanas dizem que a confirmação do segundo caso não deve servir de "desculpa" para seus parceiros comerciais não retomarem as importações.

O Departamento de Agricultura afirma estar investigando a origem do segundo animal infectado.

Acredita-se que uma variante humana da doença, Creutzfeldt-Jakob, esteja relacionada ao consumo da carne contaminada. Tanto em bovinos como em humanos, a doença ataca o cérebro.

Nos anos 90, a doença matou 150 pessoas no mundo inteiro, mas principalmente na Grã-Bretanha.

 
 
66Segundo turno
Eleição divide Irã entre moderados e conservadores.
 
 
66China
Enchentes deixam pelo menos 536 mortos; veja fotos.
 
 
LINKS EXTERNOS
 
A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo dos links externos indicados.
 
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
 
Envie por e-mail Versão para impressão
 
Tempo | Sobre a BBC | Expediente | Newsletter
 
BBC Copyright Logo ^^ Início da página
 
  Primeira Página | Ciência & Saúde | Cultura & Entretenimento | Vídeo & Áudio | Fotos | Especial | Interatividade | Aprenda inglês
 
  BBC News >> | BBC Sport >> | BBC Weather >> | BBC World Service >> | BBC Languages >>
 
  Ajuda | Fale com a gente | Notícias em 32 línguas | Privacidade