70 anos 1938-2008
Español
Português para a África
Árabe
Chinês
Russo
Inglês
Outras línguas
 
Atualizado às: 06 de abril, 2006 - 16h19 GMT (13h19 Brasília)
 
Envie por e-mail Versão para impressão
Morar com parceiro engorda a mulher, diz estudo
 
Homem comendo um sanduíche de bacon
Elas tendem a adotar hábitos alimentares do parceiro
As mulheres engordam e comem de forma menos saudável quando moram com seus parceiros, segundo um estudo feito por pesquisadores da Universidade de Newcastle, no norte da Inglaterra.

Por outro lado, os homens tendem a adotar hábitos mais saudáveis quando moram com suas parceiras.

Os pesquisadores analisaram sete trabalhos sobre o tema e concluíram que a mudança ocorre porque um parceiro tenta agradar ao outro.

Os estudos analisaram hábitos alimentares de milhares de pessoas, casadas ou vivendo juntas, em várias partes do mundo, e revelaram o mesmo padrão de comportamento.

Os homens passaram a ter uma dieta mais leve, com mais frutas e legumes, enquanto as mulheres passaram a comer mais pratos ricos em gordura e proteína animal.

Mais carne

Nos Estados Unidos, um estudo com 20 casais revelou que os homens passaram a comer menos carne e as mulheres, mais.

Outro estudo feito nos Estados Unidos, este com 9.043 adultos, mostrou que o casamento produziu um aumento de peso nas mulheres.

A separação e a saída de casa, no entanto, está associada à perda de peso na mulher.

Os autores desse estudo sugerem que o aumento de peso esteja associado a hábitos alimentares mais estruturados e à falta de tempo para exercícios no casamento.

Na Austrália, uma pesquisa com 3 mil pessoas revelou que os homens parecem preferir dietas com mais gordura e mais açúcar, enquanto as mulheres preferem alimentos mais saudáveis.

Amelia Lake, autora do estudo australiano, também pesquisou mudanças nas dietas de 198 pessoas com idades entre 11 e 30 anos.

"Uma proporção significativa de mulheres vê a influência dos parceiros na sua dieta de forma negativa, enquanto os homens dizem que a influência das parceiras é positiva", explicou Lake.

"Se um parceiro está sempre querendo comida para viagem e o outro insiste na salada, pode haver problemas, e obviamente vai ser preciso um acordo", acrescentou.

Lake diz, no entanto, que os casais deveriam ver a mudança no estilo de vida como uma oportunidade para melhorar.

A médica Frankie Phillips, da British Dietetic Association, oferece o seguinte conselho às mulheres com dificuldade de manter o peso após irem morar com os parceiros: é importante prestar atenção no tamanho das porções.

"Em média, os homens precisam de mais energia do que as mulheres, portanto, comer porções iguais pode significar que as mulheres estão comendo demais", diz Phillips.

 
 
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Dieta sem carboidratos faz mal à saúde, diz estudo
17 de março, 2006 | Ciência & Saúde
Ômega 3 'detém câncer de próstata', diz estudo
22 de março, 2006 | Ciência & Saúde
Megapesquisa não vê relação entre ômega 3 e saúde
24 de março, 2006 | Ciência & Saúde
Dieta rica em carne pode estressar bebê, diz estudo
03 de abril, 2006 | Ciência & Saúde
LINKS EXTERNOS
A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo dos links externos indicados.
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
 
Envie por e-mail Versão para impressão
 
Tempo | Sobre a BBC | Expediente | Newsletter
 
BBC Copyright Logo ^^ Início da página
 
  Primeira Página | Ciência & Saúde | Cultura & Entretenimento | Vídeo & Áudio | Fotos | Especial | Interatividade | Aprenda inglês
 
  BBC News >> | BBC Sport >> | BBC Weather >> | BBC World Service >> | BBC Languages >>
 
  Ajuda | Fale com a gente | Notícias em 32 línguas | Privacidade