BBCBrasil.com
70 anos 1938-2008
Español
Português para a África
Árabe
Chinês
Russo
Inglês
Outras línguas
 
Atualizado às: 24 de janeiro, 2007 - 15h14 GMT (13h14 Brasília)
 
Envie por e-mail Versão para impressão
China pode ultrapassar EUA em usuários de internet
 
Cibercafé em Pequim
Número de internautas tem crescido rapidamente na China
A China pode ultrapassar os Estados Unidos e ter o maior número de usuários de internet no mundo em breve, segundo análise de uma consultoria controlada pelo governo chinês.

"Acreditamos que serão necessários, no máximo, dois anos para a China ultrapassar os Estados Unidos", disse uma autoridade no Centro de Informação em Rede da China à imprensa estatal.

A China tinha 137 milhões de usuários de internet no final de 2006, um aumento de 23% em relação ao ano anterior, segundo o relatório do centro.

Este número significa que mais de 10% da população do país está online.

Dois anos

Nos Estados Unidos, cerca de 210 milhões (ou 70%) dos 300 milhões do total da população usam a internet, segundo números do governo dos Estados Unidos.

A China vai ultrapassar este número se conseguir manter um ritmo de crescimento anual em 24% nos próximos dois anos.

Número de internautas
China - 137 milhões
EUA - 210 milhões
Fonte: JP Morgan

O jornal China Daily admitiu que a estimativa de dois anos, para ultrapassar os Estados Unidos, era "absurda", citando um recente relatório de pesquisa da empresa de consultoria JP Morgan que prevê que os usuários de internet da China iriam chegar a 190 milhões até 2010.

"O crescimento está agora ganhando momento. Estamos esperando um crescimento ainda mais rápido em 2007 e 2008", disse Wang Enhai, porta-voz da consultoria.

'Oportunidades'

O governo chinês encoraja as pessoas a navegarem pela internet por motivos educacionais e de trabalho.

O rápido aumento no uso da rede foi estimulado pelo comércio online no país, pela propaganda e pela indústria de jogos.

Com 10% da população – e mais de 30% destas pessoas em Pequim – agora online, a internet vai criar uma "grande variedade de oportunidades" para negócios, segundo o China Daily.

Mas a China também foi criticada por censurar a internet, principalmente páginas ou assuntos que o governo julga subversivos ou ofensivos.

Várias pessoas foram presas nos últimos anos por produzirem este tipo de informação.

O governo chinês insiste que sua regulamentação da internet está de acordo com o resto do mundo.

 
 
NOTÍCIAS RELACIONADAS
China revoga condenação de ativista
01 de novembro, 2006 | Notícias
Empresas de internet dos EUA defendem cooperação com China
15 de fevereiro, 2006 | Ciência & Saúde
China fecha mais de 12 mil cibercafés em três meses
14 de fevereiro, 2005 | Ciência & Saúde
Número de PCs pode dobrar até 2010, diz pesquisa
15 de dezembro, 2004 | Ciência & Saúde
LINKS EXTERNOS
A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo dos links externos indicados.
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
 
Envie por e-mail Versão para impressão
 
Tempo | Sobre a BBC | Expediente | Newsletter
 
BBC Copyright Logo ^^ Início da página
 
  Primeira Página | Ciência & Saúde | Cultura & Entretenimento | Vídeo & Áudio | Fotos | Especial | Interatividade | Aprenda inglês
 
  BBC News >> | BBC Sport >> | BBC Weather >> | BBC World Service >> | BBC Languages >>
 
  Ajuda | Fale com a gente | Notícias em 32 línguas | Privacidade