BBCBrasil.com
70 anos 1938-2008
Español
Português para a África
Árabe
Chinês
Russo
Inglês
Outras línguas
 
Atualizado às: 16 de março, 2007 - 05h18 GMT (02h18 Brasília)
 
Envie por e-mail Versão para impressão
Inverno é o 'mais quente da história' no hemisfério norte
 
Entardecer em Londres
Temperaturas no hemisfério norte são as mais altas desde 1880
O inverno deste ano no hemisfério norte é o mais quente desde que as temperaturas começaram a ser medidas, em 1880, informou uma agência governamental norte-americana.

A temperatura combinada da superfície da terra e dos oceanos de dezembro de 2006 até fevereiro deste ano (o inverno na região) foi 0,72 grau Celsius acima da média do século 20, segundo a Administração Oceânica e Atmosférica Nacional dos Estados Unidos (National Oceanic and Atmospheric Administration, ou NOAA, na sigla em inglês).

Conforme a agência, o fenômeno climático El Niño, responsável pelo aquecimento de partes do Oceano Pacífico, contribuiu para o aumento das temperaturas.

"Os fatores que contribuíram (para o aumento de temperatura) foram uma tendência de longo prazo de temperaturas mais altas assim como um moderado El Niño no Pacífico", disse Jay Lawrimore, do Centro Nacional de Dados Climáticos da NOAA.

Especialistas prevêem que 2007 poderá ser o ano mais quente da história.

De acordo com a NOAA, as temperaturas continuam aumentando em torno de um quinto de grau a cada década.

Influência humana

Desde que os recordes de temperatura começaram a ser medidos, os 10 anos mais quentes da história se situam a partir de 1995.

"Nós não dizemos que este inverno seja evidência da influência (da emissão) de gases causadores do efeito estufa", afirmou Lawrimore.

No entanto, segundo ele, a pesquisa integrava o processo do Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC, em inglês), que divulgou um relatório no mês passado no qual afirma que as mudanças climáticas são “muito provavelmente” causadas pela ação humana.

"Nós sabemos, como parte disso, que as conclusões são de que a tendência de aquecimento se deve em parte ao aumento nas emissões de gases causadores do efeito estufa", disse Lawrimore.

O IPCC concluiu que há uma probabilidade de pelo menos 90% de que o aquecimento da superfície do planeta esteja sendo provocado pelas emissões de gases causadores do efeito estufa, e não por variações naturais.

O relatório fez uma previsão de que até o fim deste século a temperatura da Terra pode subir de 1,8ºC até 4ºC, apesar de aumentos desde 1,1ºC até 6,4ºC também serem possíveis.

 
 
GloboEspecial
Veja as últimas informações sobre mudanças climáticas.
 
 
África do SulEm imagens
Fotógrafos registram mudanças no clima.
 
 
GráficoEm números
Gráficos trazem evolução das mudanças climáticas.
 
 
Economizar energia ajuda no equilíbrio do planetaAquecimento global
Veja como ajudar a reduzir em 1/3 as emissões de CO2.
 
 
NOTÍCIAS RELACIONADAS
UE concorda em reduzir emissões de CO2 em 20%
09 de março, 2007 | Ciência & Saúde
LINKS EXTERNOS
A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo dos links externos indicados.
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
 
Envie por e-mail Versão para impressão
 
Tempo | Sobre a BBC | Expediente | Newsletter
 
BBC Copyright Logo ^^ Início da página
 
  Primeira Página | Ciência & Saúde | Cultura & Entretenimento | Vídeo & Áudio | Fotos | Especial | Interatividade | Aprenda inglês
 
  BBC News >> | BBC Sport >> | BBC Weather >> | BBC World Service >> | BBC Languages >>
 
  Ajuda | Fale com a gente | Notícias em 32 línguas | Privacidade