BBCBrasil.com
70 anos 1938-2008
Español
Português para a África
Árabe
Chinês
Russo
Inglês
Outras línguas
 
Atualizado às: 25 de julho, 2007 - 21h59 GMT (18h59 Brasília)
 
Envie por e-mail Versão para impressão
Estudo nega relação entre torre de celular e doença
 
Algumas pessoas acreditam que torres de celular causam doenças
Torres de telefones celulares não são responsáveis por problemas de saúde segundo uma pesquisa britânica.

Dezenas de pessoas que acreditavam que as torres de transmissão de sinais de celular desencadeavam sintomas como ansiedade, náusea e cansaço não puderam detectar se os sinais estavam ligados ou desligados em testes.

Mas quando estas pessoas pensaram que o sinal de celular estava ligado, relataram mais sofrimento, o que sugeriu que o problema tem base psicológica.

O estudo - chamado Perspectivas de Saúde Ambiental - destacou que as pessoas estavam sofrendo com "sintomas reais".

"Crença é algo muito poderoso. Se você realmente acredita que algo pode causar algum mal à sua saúde, então isso vai acontecer", disse a professora Elaine Fox, da Universidade de Essex, que liderou a pesquisa de três anos.

O estudo foi custeado pelo programa de Telecomunicações Móveis e Pesquisa em Saúde, um órgão britânico que recebe verbas do governo e da indústria.

Alergia

Ainda não se sabe quantas pessoas na Grã-Bretanha sofrem de "eletro sensibilidade", uma alergia que estas pessoas acreditam que pode ser desencadeada por uma série de aparelhos modernos - de secadores de cabelos a torres de telefone celular.

Em 2005 a Agência Britânica de Proteção à Saúde (HPA, na sigla em inglês) disse que não existiam provas científicas que ligariam estes problemas de saúde com equipamentos elétricos. Mas admitiu que as pessoas que sofrem deste problema têm sintomas reais e desagradáveis.

A HPA não analisou os efeitos de ondas propagadas por torres de celular, pois a maioria dos estudos que analisaram esta sensibilidade a aparelhos elétricos foram feitos antes da introdução em larga escala destas torres.

Os pesquisadores testaram um total de 44 pessoas com histórico dos sintomas contra um grupo de controle de 114 pessoas que nunca tinham sentido estes efeitos quando expostas a torres de celulares.

Quando o sinal estava sendo emitido e estas pessoas foram informadas do fato, pessoas mais sensíveis relataram níveis menores de bem estar.

Mas, quando durante os testes nenhum grupo foi informado da emissão de sinais de celulares pelas torres, o número de sintomas relatados não tinha relação com o fato de a torre estar ligada ou desligada.

Mudança

Dois dos 44 indivíduos sensíveis julgaram corretamente se a torre estava ligada ou desligada em todos os seis testes, assim como cinco entre os 114 do grupo de controle.

"Esta proporção é o que se espera por acaso", disseram os pesquisadores.

Os sintomas eram reais. Além de relatarem que não estavam se sentido bem, pessoas sensíveis tinham maior transpiração e pressão sanguínea mais alta - ambos os sintomas são medidas de uma resposta psicológica.

Mas isto ocorria não importando se o sinal das torres estava ligado ou desligado.

Um grupo lobista britânico, o Mast Sanity, que acredita que as torres são responsáveis por problemas de saúde, afirmou que os resultados da pesquisa foram prejudicados pelo fato de 12 pessoas, potencialmente mais sensíveis, terem desistido de participar.

Mas outro grupo ativista, o Powerwatch, elogiou a pesquisa como uma das "mais bem planejadas e executadas" até hoje.

 
 
iPhoneApplemania
Fãs fazem fila para comprar iPhone.
Veja
 
 
Tecnologia
Especialista prevê celular como controle remoto da vida.
 
 
Tecnologia
Metade da população mundial deverá ter celular em 2007.
 
 
Perigo
Celular 'é tão perigoso como álcool para motorista'.
 
 
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Empresa austríaca fabrica celular para idosos
17 de março, 2007 | Ciência & Saúde
Uso de celular 'pode afetar número de espermatozóides'
24 de outubro, 2006 | Ciência & Saúde
Celular 'ajuda a impulsionar' economia de emergentes
16 de fevereiro, 2006 | Ciência & Saúde
Pesquisa rejeita ligação entre celular e câncer
31 de agosto, 2005 | Ciência & Saúde
LINKS EXTERNOS
A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo dos links externos indicados.
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
 
Envie por e-mail Versão para impressão
 
Tempo | Sobre a BBC | Expediente | Newsletter
 
BBC Copyright Logo ^^ Início da página
 
  Primeira Página | Ciência & Saúde | Cultura & Entretenimento | Vídeo & Áudio | Fotos | Especial | Interatividade | Aprenda inglês
 
  BBC News >> | BBC Sport >> | BBC Weather >> | BBC World Service >> | BBC Languages >>
 
  Ajuda | Fale com a gente | Notícias em 32 línguas | Privacidade