Entretenimento

Mostra de pintor hiper-realista desconhecido bate recordes em Londres

galeria de fotos: hiper-realismo

  • Coleção privada, cortesia de Marlborough Fine Art Ltd. Foto: Prudence Cumming Associates.
    A National Gallery, em Londres, exibe até janeiro obras do pintor hiper-realista Clive Head. Este quadro se chama 'Coffee with Armin'. Cortesia de Marlborough Fine Art Ltd. Foto: Prudence Cumming Associates
  • Coleção privada, cortesia de Marlborough Fine Art Ltd. Foto: Prudence Cumming Associates.
    Para representar espaços como a estação de trem 'Victoria' (na foto), Head combina, em pinturas a óleo, a informação visual de desenhos, fotografias e estudos. Foto: Prudence Cumming Associates
  • Coleção privada, cortesia de Marlborough Fine Art Ltd. Foto: Prudence Cumming Associates.
    O pintor tenta mostrar diferentes pontos de vista de casa espaço. O quadro 'South Ken' mostra as partes de dentro e de fora de um café. Foto: Prudence Cumming Associates
  • Coleção privada, cortesia de Marlborough Fine Art Ltd. Foto: Prudence Cumming Associates.
    As pinturas hiper-realistas dão a impressão de estar no ambiente e observá-lo de todos os ângulos. Nesta foto, o quadro 'Leaving the underground'. Foto: Prudence Cumming Associates
  • Coleção privada, cortesia de Marlborough Fine Art Ltd. Foto: Prudence Cumming Associates.
    O quadro 'Haymarket' mostra a vista para a rua, para o teto da calçada e até mesmo o que se veria das esquinas. Foto: Prudence Cumming Associates
  • Coleção privada, cortesia de Marlborough Fine Art Ltd. Foto: Prudence Cumming Associates.
    O trabalho de Clive Head é admirado por mostrar múltiplos pontos de vista em uma só pintura, como no quadro 'Coffee at the cottage'. Foto: Prudence Cumming Associates

Uma exposição de quadros de pinturas tão realistas que se assemelham a fotos está batendo recordes de visitantes na National Gallery, em Londres.

Mais de 35 mil pessoas foram ver as obras do pintor britânico hiper-realista Clive Head, que retratam lugares típicos da paisagem londrina, desde que a mostra "Perspectivas Modernas" entrou em cartaz no museu, no dia 13 de outubro.

O curador da exposição, Colin Wiggins, disse ao jornal The Guardian que ficou impressionado com a quantidade de pessoas - cerca de 8 mil por dia - que visitam a exposição e com o tempo que estas passam diante dos quadros.

"Ele quebrou o recorde de visitas para um artista contemporâneo na Sala Um (espaço de exposições temporárias da galeria)", afirmou.

Clive Head, que é desconhecido do grande público no país, representa realisticamente espaços urbanos, mostrando diferentes pontos de vista concentrados em um mesmo espaço.

Segundo a curadoria da exposição, o espectador tem a sensação de estar realmente naquele lugar, movendo-se e observando a paisagem de diferentes ângulos.

Entre os galeristas, as pinturas de Head são bastante conhecidas e chegam a ser oferecidas por 160 mil libras (R$ 430 mil) cada.

A mostra vai até 28 de novembro.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.