BBCi BBC News BBC Sport BBC World Service BBC Weather A-Z Index
Primeira página | Especial
O Islamismo no Mundo
    Introdução | Oriente Médio | África | Ásia | Europa | Américas
 
  Iraque
  Irã
  Arábia Saudita
  Líbano
  Egito
  Jordânia
  Territórios Palestinos
 


Jordânia
População: muçulmanos sunitas 92%, cristãos 6% (na maioria ortodoxos gregos), outros 2% (várias comunidades muçulmanas xiitas e drusas)

O islamismo e o Estado: A Família Real da Jordânia, os hashemitas, governam o país desde a independência, em 1946, e sua legitimidade tem por base seu status de descendentes diretos do profeta Maomé. A Jordânia é uma sociedade conservadora, amplamente tribal. O rei Abdullah está tentando modernizar o governo e a sociedade, mas persistem constumes antigos como a morte para limpar a honra.

Militantância islamista: O Hamas tinha uma presença forte na Jordânia até o final da década de 90, causando grande atrito com Israel. O rei Abdullah fechou o quartel-general do Hamas na Jordânia e expulsou seus líderes. No final de 2002, um diplomata dos EUA foi morto por militantes islâmicos.
 
^^ Volta ao início da página << De volta à Introdução