Nepal drena lago glacial que ameaçava inundar aldeias e trilhas no Everest

Vista aérea do lago Direito de imagem Departamento de Hidrologia e Meteorologia do Nepal
Image caption Trabalho de drenagem reduziu em mais de 3 metros o nível da água

O Exército do Nepal anunciou que conseguiu drenar a um nível seguro um lago glacial perto do Monte Everest.

Localizado a aproximadamente 5.000 metros de altura, o Lago Imja corria o risco de inundar aldeias, trilhas e pontes da região.

"O lago, que tinha originalmente 149 metros de profundidade em algumas áreas, teve seu nível de água reduzido em 3,4 metros após meses de trabalho árduo", afirmaram as autoridades.

O Imja é um dos milhares de lagos glaciais na Cordilheira do Himalaia. As cheias na região são atribuídas, principalmente, ao derretimento acelerado das geleiras em meio ao aumento da temperatura global. O terremoto do ano passado no Nepal também é apontado como uma das causas de desestabilização dos lagos.

Direito de imagem Departamento de Hidrologia e Meteorologia
Image caption Lago Imja, um dos milhares lagos glaciais no Himalaia

Segundo os militares, esse foi o maior projeto de drenagem já realizado do tipo - equipes do Exército e de sherpas trabalharam durante seis meses para construir um canal que liberasse gradualmente a água. Após a construção da saída, cerca de 4 milhões de metros cúbicos de água foram drenados, em um processo que levou dois meses.

A ideia agora é levar o projeto para outros lagos da região.

"Foi um projeto piloto que concluímos sem qualquer incidente infeliz e agora este modelo será replicado para reduzir os riscos em outros lagos glaciais", informou à BBC Top Khatri, gerente do projeto no departamento de Hidrologia e Meteorologia.

Direito de imagem Departamento de Hidrologia e Meteorologia
Image caption Lago Imja, um dos milhares lagos glaciais no Himalaia

Os maiores desafios do projeto foram a neve pesada e a altitude elevada. De acordo com as autoridades, as equipes só podiam atuar com segurança durante algumas horas do dia.

"Nós sofremos com estresse e cansaço enquanto estávamos trabalhando nessa altitude e localização extrema", disse à BBC o tenente-coronel Bharat Shrestha, que liderou a equipe do Exército.

"No início, algumas pessoas tiveram que ser retiradas, pois estavam sofrendo com o mal da altitude, mas aos poucos todos nos aclimatamos", completou.

A drenagem do Lago Imja é parte de um projeto da ONU para ajudar o Nepal a minimizar o impacto das mudanças climáticas. A ONU forneceu quase US$ 3 milhões em financiamento para baixar o nível da água do lago. Também foram instalados sistemas de alerta preventivos para as comunidades da região.

Direito de imagem Departamento de Hidrologia e Meteorologia
Image caption Materiais de construção são transportados de helicóptero até cerca de 5.000 metros acima do nível do mar

Muitos sherpas consideram, no entanto, que tem sido dada atenção exagerada ao Lago Imja, com relatos alarmistas da mídia apavorando os moradores locais, enquanto os riscos apresentados por outros lagos glaciais são ignorados pelas autoridades.

"Vivemos com medo que possamos ser atingidos repentinamente por inundações de lagos glaciais que estão se tornando perigosos, mas não receberam nenhuma atenção", disse Nimji Sherpa, um líder na vila Thamo.

Lagos glaciais já provocaram mais de 20 inundações no Nepal desde 1960, sendo que três incidentes aconteceram na região do Everest.

Tópicos relacionados