O incrível mergulho debaixo de um iceberg na Antártida

Mergulhador debaixo do iceberg
Image caption Mergulhadores usam roupas especiais na Antártida

Mergulhar debaixo de um iceberg na Antártida é uma experiência capaz de proporcionar imagens incríveis. Ali, num dos lugares mais gelados da terra, animais sobrevivem graças a uma proteína especial no sangue, que funciona como um "anticongelante".

Você pode explorar o fundo do oceano do continente onde foi registrada a temperatura mais baixa em todos os tempos (-89,2°C, em 1983) por meio do vídeo em 360 graus abaixo, produzido por BBC Earth e Alucia Productions.

O conteúdo, em inglês e sem legendas, está disponível no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube e faz do projeto digital colaborativo batizado de Nosso Planeta Azul (Our Blue Planet), que tem como objetivo mostrar porque os oceanos são tão especiais.

Na Antártida, mesmo no verão as temperaturas podem atingir 20°C negativos. Essa região ao redor do Polo Sul abriga 90% das geleiras do mundo.

A capacidade dos animais de sobreviverem e não congelarem em águas tão frias impressiona. A maioria deles têm proteínas com uma estrutura incomum que impede a formação de cristais de gelo no sangue.

Image caption Fora da água, a Antártida é tão seca que, tecnicamente, pode ser considerada um deserto

Para humanos, contudo, é mais desafiador ficar aquecido nessa temperatura, principalmente quando volta do fundo do mar para a superfície. Por isso, roupas especiais são usadas nessas aventuras.

Por causa da falta de chuva, a Antártida é tão seca que, tecnicamente, pode ser considerada um deserto.

É também uma das partes do planeta que tem aquecido rapidamente. Apesar de ela estar longe da maioria das pessoas, o impacto do degelo pode contribuir para aumentar o nível do mar em todo o planeta.

Veja os outros vídeos da série:

Notícias relacionadas