Como é feita uma espada de samurai
A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

Como é feita uma espada de samurai

A espada de um samurai representava muito mais do que uma simples arma: era um item espiritual e um símbolo de poder.

É com esse senso de sacralidade que os Komiya fazem espadas de samurai desde 1786 no Japão.

Essa família é uma das últimas a empregar até hoje as técnicas tradicionais na fabricação desses objetos, passadas de geração em geração.

Cada espada pode levar vários meses para ser feita - inteiramente à mão - e custa até US$ 2,5 mil (R$ 8 mil).

Saiba a seguir como se dá esse processo.

Passo 1 - Reze no santuário da família

Para os Komiyas, fazer uma espada de samurai é um ritual sagrado.

Então, eles rezam antes de começar a trabalhar em cada espada.

Passo 2 - Forje o aço

O material base é o tamahagane, que a família encomenda de um produtor a 160 km de distância.

Trata-se do resultado de um processo que aquece grânulos de ferro em altas temperaturas.

Depois, esse material é recoberto com argila e, então, derretido.

“Como não o vemos, temos de decidir quando tirá-lo com base na cor do fogo”, diz Shiro Kunimitsu, que comanda a fabricação de espadas na família. “É simplesmente intuição.”

Passo 3 - Molde o metal

É preciso remover impurezas. Para isso, o metal é aquecido, golpeado e resfriado diversas vezes.

Cada vez que vai para a água, sua superfície oxida. A remoção dessa camada oxidada é que reduz seu grau de impureza.

Diferentes tipos de martelo são usados para isso, e vários membros da família ajudam nesta etapa, que exige muito esforço físico. Se eles pararem de martelar, o aço vai esfriar e se quebrar.

“Se você martelar por muito tempo, sua mão pode ficar tremendo na hora do almoço”, conta Kunimitsu.

Passo 4 - Faça a lâmina

O martelar preciso define como será a superfície da espada e seu formato. Qualquer erro pode chanfrar e danificar a fina lâmina.

Antes de ir ao fogo pela última vez, a lâmina precisa ser revestida mais uma vez com uma mistura de argila e pedra.

Essa composição é um segredo de família e, ao lado da grossura da camada aplicada, garante que a lâmina enrijecerá corretamente.

Passo 5 - Leve a espada ao fogo

A lâmina está pronta para ir ao fogo pela última vez. Ela é aquecida em carvão a uma temperatura de até 800ºC.

Depois, é mergulhada em água. O resfriamento dá à espada sua forma curva. Isso acontece porque, conforme esfria de baixo para cima, ela se deforma e se curva.

“No passado, dizia-se que é neste momento que a espada ganha uma alma”, diz Kunimitsu.

Passo 6 - Toques finais

A espada é aparada, afiada e achatada. Recebe, então, o nome de seu criador. E é polida por até dois meses.

“É quando é possível ver pela primeira vez a beleza da espada.”

Tópicos relacionados