Dia Mundial de Combate ao Câncer de Mama: tudo o que você precisa saber sobre o autoexame
A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

Dia Mundial de Combate ao Câncer de Mama: tudo o que você precisa saber sobre o autoexame

Neste 19 de outubro, Dia Mundial do Combate ao Câncer de Mama, a BBC News Brasil selecionou dicas de especialistas para que as mulheres aprendam a observar melhor seus seios e façam o autoexame da maneira correta.

Identificar alguma mudança na forma ou na textura dos seios pode ajudar a detectar de forma precoce a doença, o mais frequente tipo de câncer entre as mulheres no Brasil, depois do de pele não melanoma.

Eles respondem por cerca de 28% do total de novos casos a cada ano, de acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca), que estima em 59,7 mil o número de diagnósticos de câncer de mama em 2018.

Quanto mais cedo for descoberto, maiores são as chances de cura.

Muitas mulheres, entretanto, não apalpam os seios porque dizem não saber o que precisam observar enquanto estão se examinando.

Outras, por sua vez, tiveram experiências ruins: entraram em pânico, por exemplo, porque sentiram alguns carocinhos - que, no fim, não eram nada - e nunca mais quiseram tentar.

A BBC News Brasil conversou com médicos para responder às principais perguntas sobre autoexame e observação das mamas.

Confira as recomendações dos especialistas no vídeo.