'Você ainda acredita em Papai Noel?', pergunta Trump a criança em ligação de Natal

Donald J. Trump (à direita) e a primeira-dama Melania (à esquerda) atendem telefonemas Direito de imagem EPA
Image caption Crianças de todas as partes dos EUA ligaram para falar com o presidente e a primeira-dama na véspera de Natal

Há algumas perguntas que ninguém deveria fazer.

"O que este botão vermelho faz?"

"O que as pessoas falam de mim?"

"Você acredita em Papai Noel?"

Todos nós "sabemos" que Papai Noel existe. Mas, por alguma razão, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, lançou dúvidas a esse respeito ao conversar com uma criança na véspera de Natal.

A cena se passou na sala de jantar da Casa Branca.

O presidente e a primeira-dama, Melania Trump, estavam recebendo telefonemas de crianças americanas, sentados ao lado de duas imensas árvores de Natal.

As crianças ligaram na esperança de falar com o Comando de Defesa Aeroespacial da América do Norte (Norad, na sigla em inglês), que monitora em tempo real os movimentos do Papai Noel ao redor do mundo na véspera de Natal (serviço que está funcionando apesar da paralisação parcial do governo americano).

Alguns telefonemas foram transferidos para Trump e a esposa. E, graças ao repórter Kevin Diaz, sabemos um pouco do que o presidente disse.

De acordo com a descrição de Diaz, Trump teria dito a Collman - que, depois descobriu-se, é uma menina de 7 anos de idade que vive na na Carolina do Sul:

"Olá, é Collman? Feliz Natal. Como você está? Quantos anos você tem? (....) Você está indo bem na escola? Você ainda acredita em Papai Noel?"

Vídeos do episódio que circularam nas redes sociais mostram Trump dizendo à menina: "Porque aos sete anos é quase insignificante (o número de crianças que acredita), certo?"

A resposta de Collman não é clara.

E tampouco fica claro por que Trump fez essa pergunta em particular, porque, claro, a existência do Papai Noel é incontestável.

As fotos abaixo foram tiradas em todo o mundo nas últimas horas e fornecem evidências esmagadoras de que ele existe:

Direito de imagem Reuters
Image caption Aqui está o Papai Noel em Ciudad Juárez, no México...
Direito de imagem Getty Images
Image caption ... mas ele também passou pela Disney nos EUA...
Direito de imagem Reuters
Image caption ... e entregou presentes em Espoo, na Finlândia

Os demais telefonemas transcorreram sem incidentes, com desejos calorosos do casal para aqueles que ligaram.

"Espero que seus sonhos se tornem realidade", disse Melania a um interlocutor.

Origem da tradição

A tradição do Norad de "rastrear" o Papai Noel começou em 1955 com um erro de impressão em uma propaganda de um jornal no Estado americano do Colorado.

Uma criança que queria saber onde estava o Papai Noel ligou para o número de telefone que estava impresso no jornal e foi conectada com o Comando de Defesa Aérea Continental (Conad, na sigla em inglês), como era chamado o Norad até 1958.

À medida que mais ligações erradas de crianças eram recebidas, o comandante no outro lado da linha respondia às perguntas sobre o Papai Noel.

A tradição continuou e chegou à internet em 1998.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Tópicos relacionados

Notícias relacionadas