Fotógrafo percorre o mundo fazendo 'retratos' de espécies ameaçadas de extinção
A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

Fotógrafo percorre o mundo fazendo 'retratos' de espécies ameaçadas de extinção

O premiado fotógrafo britânico Tim Flach percorreu o mundo com uma tarefa árdua: registrar espécies ameaçadas de extinção.

O resultado do trabalho, que durou dois anos, está em seu livro 'Endangered' ('Em perigo'), publicado no ano passado.

Flach teve a oportunidade de fotografar o último macho de rinoceronte-branco-do-norte, antes de ser abatido, por causa de uma doença degenerativa.

Alguns animais foram fotografados em santuários. Outros em meio à natureza.

Flach diz que optou por fazer os registros como se fossem retratos.

Esse estilo, como se os animais estivessem “posando” para o fotógrafo, "cria uma conexão emocional mais forte com o espectador", diz ele à BBC News Brasil.

Flach diz querer reconectar os seres humanos à natureza.

"Nossa sobrevivência depende de como vamos gerir essa relação", alerta o fotógrafo.

Reportagem e edição: Luís Barrucho, da BBC Brasil em Londres