O que é a neve negra que cobre paisagens da Sibéria

Região de Kuzbass, na Rússia

Crédito, Getty Images

Legenda da foto,

A região de Kuzbass é uma das maiores zonas de mineração da Rússia

Os moradores da região russa da Sibéria estão acostumados com a neve. Só não esperavam a misteriosa neve dos últimos dias.

Nas redes sociais, habitantes locais têm compartilhado imagens fantasmagóricas de uma estranha neve negra que está cobrindo as cidades de Prokopyevsk, Kiselevsk e Leninsk-Kuznetsky, municípios da região de Kuzbass, no sudoeste da Sibéria.

Em suas publicações, os usuários reclamam que a paisagem é "deprimente".

"É assim que a neve parece no inferno?", pergunta um morador citado pelo jornal local The Siberian Times.

Mas o que está por trás desse fenômeno?

Pó de carbono

Segundo mídias locais e internacionais, a cor preta da neve se deve às emissões de pó de carvão de empresas mineradoras da região.

Anatoly Volkov, gerente da fábrica Prokopievskaya, confirmou a um canal de televisão que um dos filtros de sua empresa, mecanismo que protegia a cidade, parou de funcionar recentemente. Ele reconheceu que parte da fuligem escapou de sua fábrica.

"Não há como conter esse pó de carvão nas ruas", disse ele à agência de notícias AP.

Nos últimos dias, grupos ambientalistas reclamaram da poluição.

"É mais difícil encontrar neve branca do que a negra durante o inverno", disse Vladimir Slivyak, membro da organização Ecodefense, ao jornal inglês The Guardian.

"Há sempre uma quantidade enorme de fuligem no ar. Quando neva, isso fica mais visível. Durante o restante do ano, você não consegue ver, mas ela está ali", disse Slivyak.

Andrei Panov, vice-governador da região de Kemerovo, também culpou a queima de carvão, mas também citou os escapamentos dos veículos e outras empresas que produzem a poeira poluída.

O político anunciou que as autoridades planejam tentar retirar a neve negra com ajuda de barreiras e outros métodos.

Segundo a Enciclopédia Britânica, a região de Kuzbass é uma das maiores zonas de produção de carvão na Rússia. Ela compreende uma área de 26 mil quilômetros quadrados e contém reservas de mais de 300 milhões de toneladas.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!