‘Fiz sexo em troca de centavos’: o drama da prostituição em um país devastado pelo ebola
A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

O drama da prostituição em um país devastado pelo ebola

Em Serra Leoa, houve um aumento no número de mulheres se prostituindo por causa do surto de ebola.

Muitas delas perderam os pais e precisaram se virar nas ruas.

Para ter o que comer e ganhar o equivalente a US$ 0,50 (R$ 2) por programa, essas mulheres fazem sexo com até 8 clientes por noite e enfrentam perigos como o do espancamento.

Veja no vídeo a história de algumas delas.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Tópicos relacionados