Como robôs e drones estão revolucionando o 'atrasado' setor da construção
A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

Como robôs e drones estão revolucionando o 'atrasado' setor da construção

O setor de construção sempre foi conhecido pelas grandes cifras: emprega 7% da população e movimenta R$ 40 trilhões todos os anos.

Por outro lado, não há número suficiente de trabalhadores.

Quase 60% dos principais mercados do mundo dizem sofrer com escassez de mão de obra.

Além disso, a quantidade de tarefas que estes trabalhadores podem desempenhar por hora ou seja, sua produtividade, praticamente não mudou em 20 anos.

A produtividade no setor de construção cresceu 1% por ano comparada a 3,6% da indústria manufatureira.

Isso se deve em parte ao fato de que a construção é um dos setores menos digitalizados do mundo, gastando menos de 1% de suas receitas em pesquisa e desenvolvimento.

Comparativamente, esse índice é de 3,5% no setor automotivo.

Se o setor de construção fosse tão produtivo quanto os outros, acrescentaria R$ 6,6 trilhões à economia global todos os anos.

Robôs, drones e novos softwares são a principal aposta para melhorar a produtividade.

No 1º semestre de 2018, R$ 4 bilhões foram investidos em startups do setor de construção.

Mas isso será suficiente para solucionar o desafio da baixa produtividade?

Tópicos relacionados