A casa do futuro 'à prova de zumbis'
A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

A casa do futuro 'à prova de zumbis'

Reza a lenda que os zumbis enxergam mal, mas podem sentir calor humano à distância.

Assim, numa eventual invasão da Terra pelos mortos-vivos, uma casa projetada nos Estados Unidos seria o abrigo perfeito, brinca Maxim Gerbut.

Gerbut é dono da PassivDom, empresa sediada no Estado americano de Nevada, que constrói casas pré-fabricadas com alto nível de isolamento, podendo ser aquecidas e resfriadas apenas com energia solar.

"Tudo o que sei de zumbis é que eles podem sentir calor. Nossa casa tem excelente isolamento, então, é impossível encontrar pontos de calor através das paredes e das janelas, ou seja, os zumbis não podem vê-lo através das paredes", brinca.

Além disso, toda a água é reaproveitada e não há necessidade de suprimento externo.

A PassivDom é uma das muitas empresas que vêm atuando no segmento das casas prontas ou "pré-fabricadas".

Casas pré-fabricadas estão se tornando populares ao redor do mundo, uma vez que sua construção é mais barata e rápida.

Na casa construída pela PassivDom, foi usada uma única estrutura, um composto de polímero.

Ele é duro bastante para fazer toda a estrutura da casa atender aos padrões de isolamento mais rígidos.

"Normalmente, se você decide construir uma casa, vai demorar pelo menos um ano. Digamos que, em vez disso, você queira comprar uma casa já pronta, pré-fabricada em estoque. Você pode ligar hoje e a entregamos no dia seguinte; o prazo de 1 ano cai para dois dias", diz.

Tópicos relacionados