Homófonos: O que são e qual a sua relevância em inglês?

A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo
A armadilha das palavras em inglês que soam idênticas

Quem já tentou aprender outro idioma sabe que a tarefa não é nada fácil.

Para incorporar as nuances da língua estrangeira, o aluno tem que se desligar das regras de seu próprio idioma, evitando cair nas inúmeras armadilhas que cada língua apresenta, como por exemplo os falsos cognatos - aquelas palavras que por similaridade gráfica, fonética, ou ambas, com vocábulos de seu próprio idioma, sugerem ser algo que na verdade não são.

Um bom exemplo é a palavra inglesa actually que quer dizer realmente em português e não atualmente como a grafia sugere.

Nessa linha de grande dificuldade linguística estão os homófonos, palavras pronunciadas da mesma forma, porém com sentido e grafia diferentes - são um dos grandes obstáculos a quem tenta aprender uma nova língua.

Direito de imagem Oko_SwanOmurphy
Image caption Homófonos confundem os estrangeiros e os próprios Britânicos

Palavras homófonas são encontradas na grande maioria dos idiomas.

Existem bom exemplos de homófonos em português, como sinto e cinto. Sinto é um verbo, que indica a capacidade de alguém perceber o seu redor através de um dos sentidos físicos e é também a expressão de um sentimento emocional.

Já cinto, significa uma faixa normalmente presa por uma fivela; usada para manter algo em um determinado local.

Na língua inglesa, os homófonos não confundem apenas os aprendizes, os nativos também escorregam nas armadilhas do idioma.

Direito de imagem Motizova
Image caption Os homófonos são uma das muitas dificuldades com que nos deparamos ao tentar aprender outro idioma

Vera Hohaus, linguista na University of Manchester, na Inglaterra, diz que homófonos podem causar um desafio para traduções automatizadas. Portanto compreender o processo através do uso dos homófonos nos ajuda a melhorar a qualidade dessas mesmas traduções.

A linguista diz que prestar atenção ao contexto da conversa e avaliar se outros significados seriam plausíveis ou gramaticamente possíveis já ajuda bastante.

Segundo Rein Ove Sikveland, linguista na Loughborough University, também na Inglaterra, homófonos vão além de palavras isoladas.

Sikveland diz que temos recursos na nossa linguagem para esclarecer qualquer tipo de confusão causada por homófonos mas eles acabam tendo um ótimo efeito cômico.

No vídeo acima explicamos o que são homófonos e por que conseguir identificá-los é essencial para quem quer dominar o idioma inglês.

Esses são alguns dos homófonos mais populares da língua inglesa e que podem criar grande confusão. Cuidado com eles!

Air (ar) Heir (herdeiro ou herdeira)
Bare (tolerar) Bear (urso)
Brake (freio) Break (pausa)
Buy (comprar) Bye (tchau)
Cell (célula) Sell (vender)
Dam (reserva de água) Damn (poxa!)
Die (morrer) Dye (tinta)
Eye (olho) I (eu)
Fair (justo) Fare (tarifa)
Flour (farinha) Flower (flor)
For (para) Four (quatro)
Heal (curar) Heel (calcanhar)
Hear (ouvir) Here (aqui)
Hole (furo ou buraco) Whole (inteiro)
Hour (hora) Our (nosso ou nossa)
In (dentro) Inn (pousada ou hospedaria)
Knight (cavaleiro) Night (noite)
Knot (no) Not (não ou nem)
Know (saber) No (não)
Made (fez) Maid (empegada)
Mail (correio) Male (masculino)
Meat (carne) Meet (encontrar)
Pair (par) Pear (pera)
Peace (paz) Piece (pedaço; um trabalho)
Real (verdadeiro) Reel (bobina; carretela)
Right (um direito; correto) Write (escrever)
Root (raiz) Route (rota)
Sea (mar) See (ver)
Son (filho) Sun (sol)
Stair (escada) Stare (olhar fixamente)
Their (deles ou delas) There (lá)
Toe (dedo do pé) Tow (rebocar)
Waist (cintura) Waste (lixo; desperdicio)
Wait (espera ou espere) Weight (peso)
Weak (fraco ou fraca) Week (semana)

Tópicos relacionados