'Fungo zumbi' controlando besouro e outras fotos incríveis de concurso sobre vida animal

Weevil Direito de imagem Frank Deschandol/WPY2019
Presentational white space

Parece bizarro... e absolutamente bonito ao mesmo tempo.

Eles não são um arranjo estranho nas antenas de um besouro, mas os corpos frutíferos de um "fungo zumbi" que assumiu o controle do inseto.

Com sua conquista completa, o fungo está prestes a espalhar seus esporos ao vento para encontrar novas vítimas.

Registrada pelo fotógrafo francês Frank Deschandol, essa é uma das imagens fascinantes da Wildlife Photographer of the Year (WPY), uma das principais premiações de fotografias de vida selvagem do mundo.

Os vencedores serão anunciados pelo Museu de História Natural de Londres no próximo mês.

A foto de Deschandol foi tirada na Amazônia peruana, perto de Iquitos, na estação biológica Madre Selva.

"No começo, eu estava imaginando o que poderia ser essa coisa estranha", disse ele. "Então, cheguei mais perto e fiquei realmente impressionado com essa visão e com a simetria perfeita do fungo", disse ele à BBC News.

Frank tinha visto outros besouros parasitados pelo fungo, mas nenhum em pose tão fotogênica.

O parasitismo, quando um organismo adapta todo o seu modo de vida à exploração de outro, é uma das grandes maravilhas da evolução. E, às vezes, pode se tornar bastante sofisticado.

Nesse caso, o fungo se espalha dentro do besouro, assumindo o controle químico da criatura e a obrigando a escalar uma planta. Quando atinge uma altura adequada - para o fungo - o inseto trava no caule e morre. Na foto, você pode ver que o brilho desapareceu dos olhos.

Enquanto isso, os corpos frutíferos do fungo começam a crescer. As cápsulas no topo acabarão estourando e liberando inúmeros esporos minúsculos para infectar novas presas.

"A simetria perfeita me fez pensar em fotografar o besouro pela frente para alinhar todo o fungo e a cabeça dele", disse Frank.

"Além disso, como o besouro estava morto e imóvel, tentei uma longa exposição sob a luz do dia, evitando o sol para reduzir o contraste do fundo."

Agora com 55 anos, a Wildlife Photographer of the Year se tornou uma das competições mais prestigiadas do gênero em qualquer lugar do mundo. Quase 50 mil inscrições foram recebidas para o evento deste ano.

Os vencedores do grande prêmio e das premiações por categoria serão anunciados em uma cerimônia em 15 de outubro no Museu de História Natural de Londres. O museu abrirá sua exposição anual das melhores fotos na sexta-feira seguinte.

Um guepardo fugindo de cães selvagens, por Peter Haygarth, do Reino Unido

Direito de imagem Peter Haygarth/WPY2019

Cães selvagens africanos são conhecidos por serem caçadores muito eficazes. Não na ocasião em que essa foto foi registrada, no entanto. Esse guepardo solitário conseguiu escapar do ataque com vida.

A foto foi tirada em uma reserva de caça na África do Sul. Categoria - Comportamento: Mamíferos.

Círculo da vida, por Alex Mustard, do Reino Unido

Direito de imagem Alexander Mustard/WPY2019

Um cardume de peixes no Mar Vermelho. Seu movimento em forma de círculo é um exercício de namoro, embora também sirva para deter predadores. Categoria - Preto e Branco.

O guaxinim no Ford dos anos 1970, por Jason Bantle, do Canadá

Direito de imagem Jason Bantle/WPY2019

Um guaxinim prende o rosto no vidro de um Ford dos anos 1970 em uma fazenda deserta em Saskatchewan, no Canadá. O animal estava usando o carro como um lugar seguro para criar seus filhotes.

O buraco no vidro era pequeno demais para os coiotes predadores passarem. Categoria - Vida Selvagem Urbana.

Toque de confiança, por Thomas Peschak, da Alemanha

Direito de imagem Thomas.P.Peschak/WPY2019

Uma curiosa e jovem baleia cinzenta se aproxima de um par de mãos que saem de um barco turístico na lagoa de San Ignacio, no México. Baleias mães e jovens na lagoa buscam ativamente contato com as pessoas para serem tocadas na cabeça ou nas costas. Categoria - Fotojornalismo da Vida Selvagem.

O casulo de fios, por Minghui Yuan, da China

Direito de imagem Minghui Yuan/WPY

Essa estrutura complexa é uma espécie de gaiola produzida por uma mariposa. A lagarta tece a barreira para se proteger dos predadores durante sua grande metamorfose em uma mariposa adulta. Categoria - Comportamento: Invertebrados.

Resíduos da praia, por Thomas Ware, dos Estados Unidos

Direito de imagem Matthew Ware/WPY2019

Poluir os oceanos tem consequências. Essa tartaruga marinha foi estrangulada por equipamentos de pesca que ficaram presos em uma cadeira de praia lavada pelo mar. A foto foi tirada no Alabama, nos Estados Unidos. Categoria - Fotojornalismo da Vida Selvagem.

Último suspuro, por Adrian Hirschi, Suíça

Direito de imagem Adrian Hirschi/WPY2019

Um hipopótamo recém-nascido é atacado por um animal maior nas águas rasas do lago Kariba, no Zimbábue. Esse comportamento é raro, mas pode acontecer se houver competição por espaço entre eles ou se um macho quiser impor seu domínio na área. Categoria - Comportamento: Mamíferos.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Notícias relacionadas