Alotriofagia: o distúrbio alimentar que faz uma mulher comer pedras
A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

Alotriofagia: o distúrbio alimentar que faz uma mulher comer pedras

Brenda Naggita come pedras. Ela está grávida e tem um desejo frequente de comer “bumba”, um tipo de argila. “Isso me ajuda a combater os enjoos e a vontade constante de cuspir”, diz ela.

Brenda tem um distúrbio alimentar chamado alotriofagia, que afeta grávidas de todo o mundo e envolve ingerir coisas que não são vistas como alimentos.

“Eu como bumba, mas há pessoas que gostam de comer formigueiros, amam mangas muito verdes ou de lamber portas de prédios antigos”, diz ela.

“É um desejo incontrolável. E só outra mulher que passa por isso pode entender a satisfação que isso provoca.”

Comer bumba afetou sua saúde. Ela passou a ter constipação e inchaço e não conseguia ir ao banheiro. Foi então ao hospital, onde os médicos recomendaram que tomasse bastante água.

“Fiz isso e melhorei”, afirma Brenda.

A alotriofagia também pode causar desnutrição e intoxicação por metais, como chumbo.

Brenda foi alertada pelo médico sobre isso. “Ele me explicou os perigos e que é difícil parar de fazer isso. Vou tentar reduzir ainda mais a quantidade que como.”

Mas, até agora, ela não conseguiu parar.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Tópicos relacionados