O vilarejo que sobrevive há mais de 900 anos no topo de uma montanha
A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

O vilarejo que sobrevive há mais de 900 anos no topo de uma montanha

No topo da montanha Shonke, na Etiópia, há um antigo vilarejo.

“Você está na vila Shonke. Esse vilarejo, como aprendemos com nossos ancestrais, tem 900 anos de idade, segundo o calendário muçulmanos”, diz o Imã da Mesquita de Shonke, Hadji Mohammed.

Segundo ele, mais de 20 gerações viveram na vila.

Os argobbas acreditam ser descendentes dos árabes. A palavra “argobba” significa “o árabe entrou”.

O imã diz que, quando Maomé fundou o Islã, houve conflitos, e algumas pessoas foram enviadas para a Etiópia.

Hoje, o vilarejo tem a metade de casas que tinha antes. O desejo do imã é que permaneça preservado para as futuras gerações.

Os residentes também dizem preferir suas casas feitas de pedras do que as cidades “brilhantes”.

Direito de imagem Getty Images

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Tópicos relacionados