'O oceano parece um supermercado': os mergulhadores que lutam para limpar recifes
A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

'O mar parece um supermercado, com tanta sujeira': mergulhadores lutam para limpar recifes

A Indonésia é o segundo maior produtor de resíduos marinhos do mundo.

É possível encontrar de tudo no fundo do mar do arquipélago — de sacolas plásticas a camas, ventiladores e armários.

“O fundo do mar parece um supermercado, tem tanta sujeira lá embaixo”, diz a ambientalista Swietenia Puspa Lestari, de 25 anos.

Ao ver os recifes de coral se afogando em plástico, Swietenia decidiu tomar uma atitude.

Ela fundou a Divers Clean Action Foundation, uma rede de mergulhadores voluntários que limpam detritos do mar da Indonésia — um dos ecossistemas marinhos com maior biodiversidade do mundo.

Eles contam agora com 1,5 mil voluntários em todo o país e no Sudeste Asiático.

Swietenia também trabalha em parceria com centros de reciclagem, para reaproveitar os resíduos encontrados no oceano e transformá-los em novos produtos.

"Algumas pessoas perguntam: 'Por que se preocupar em limpar os recifes se haverá mais lixo amanhã'?"

"Mas precisamos salvar a vida marinha do plástico", responde.

Ela também iniciou a campanha #nostrawmovement na Indonésia, que reduziu o uso de canudos de plástico descartáveis ​​em mais de 700 restaurantes.

Swietenia está na lista da BBC de 100 mulheres inspiradoras e influentes de todo o mundo em 2019.