O mistério das contas da Netflix canceladas que são reativadas sem os donos saberem

Mulher vendo tela Direito de imagem Getty Images
Image caption Usuários começaram a perceber que contas do Netflix desativadas foram reutilizadas por criminosos

Diversos ex-usuários da Netflix que cancelaram a assinatura do serviço de streaming tiveram, meses depois, suas contas reativadas sem consentimento.

O programa 4 You & Yours, da BBC Rádio 4, informou que criminosos podem ter acesso a contas congeladas. Depois, as assinaturas são reativadas com os dados bancários.

Isso é possível porque a plataforma retém os dados de seus antigos clientes em seu site por 10 meses, incluindo detalhes de cobrança.

A Netflix garante que essas informações são completamente descartadas caso haja uma solicitação por email.

A BBC entrevistou Emily Keen, uma ex-assinante na cidade de Oxford, na Inglaterra, que cancelou a Netflix em abril de 2019, mas descobriu, por meio de sua conta bancária, que a empresa havia lhe cobrado 11,99 libras (aproximadamente R$ 65,50, na cotação atual) em setembro.

Direito de imagem Getty Images
Image caption A Netflix disse que tem a segurança dos clientes como prioridade

"Tentei entrar na minha conta (da Netflix), mas o sistema informou que meu e-mail e senha não foram reconhecidos", diz Keen.

"Acontece que os criminosos mudaram completamente meus detalhes de acesso e me registraram para o serviço mais caro", afirma ela.

Mercado ilegal

Keen entrou em contato com a seção de atendimento ao consumidor da Netflix. A empresa garantiu que seu cartão seria bloqueado e o dinheiro, reembolsado.

No entanto, a Netflix ainda cobrou mais duas mensalidades relativas a outubro e novembro — o valor foi reembolsado ​​apenas parcialmente.

Outros ex-assinantes do serviço reclamaram no Twitter de situações semelhantes.

"Nossa conta foi hackeada, supostamente desativada e reativada por um hacker que continuou usando nosso cartão de crédito", afirmou uma pessoa na rede social, em inglês, dizendo também que a Netflix não ofereceu reembolso.

Há um lucrativo mercado ilegal de senhas para a Netflix, com criminosos vendendo contas "vitalícias" no eBay por pouco mais de U$ 4 (R$ 16,90).

No Brasil, hackers usam dados pessoais e de cartão de crédito para criar contas na plataforma, conforme revelou reportagem da BBC News Brasil publicada em agosto.

O pacote mais caro da Netflix no país, vendido oficialmente pela empresa por R$ 45,90, é encontrado por valores entre R$ 7 e R$ 13, com validade de 30 dias, mas renováveis. Há também contas para serviços de streaming de música como Spotify.

Um porta-voz do eBay disse ao programa 4 You & Yours que esses anúncios eram proibidos na plataforma e seriam removidos, e ações legais seriam tomadas contra esses vendedores.

A Netflix declarou que a segurança das contas de seus membros é uma prioridade e que os clientes que perceberem atividades incomuns devem entrar em contato com a empresa imediatamente.

Direito de imagem Getty Images

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Tópicos relacionados

Notícias relacionadas