Mensagem misteriosa pintada em urso polar na Rússia alarma pesquisadores

Urso com pichação 'T-34' na Rússia Direito de imagem Sergey Kavry/Facebook
Image caption Vídeo em circulação nas redes sociais mostra urso polar com pelo pichado; teme-se que isso dificulte a habilidade do urso de se camuflar e, consequentemente, de caçar alimentos

Imagens compartilhadas por perfis russos nas redes sociais com um urso polar pintado em spray com o símbolo "T-34" ter alarmado especialistas.

Eles advertem que a pintura — cujas circunstâncias ainda não foram identificadas — pode afetar a habilidade do urso polar em camuflar-se em seu ambiente e, por consequência, sua capacidade de caçar e se alimentar.

Uma investigação está em andamento para localizar onde exatamente na região ártica da Rússia o vídeo do urso foi feito, e por quem.

O vídeo foi postado no Facebook por Sergey Kavry, membro da ONG ambiental WWF, e depois amplamente compartilhada por usuários e pela imprensa local.

Kavry, por sua vez, disse que recebeu o vídeo em um grupo de WhatsApp do povo indígena de Chukotka, do extremo leste da Rússia, e afirmou que cientistas que monitoram a vida selvagem na região não teriam motivo para pintar o urso de tal maneira.

O motivo da inscrição, em si, é um mistério. O T-34 era um tanque de guerra que teve papel vital na derrota da Alemanha nazista para a União Soviética na Segunda Guerra Mundial.

"Não sei de qual região, distrito ou vizinhança vieram essas imagens", disse Kavry, acrescentando que se a pichação estiver de fato fazendo referência "a uma sigla militar (...). pode ser algum tipo de desrespeito perverso pela história".

A porta-voz da WWF na Rússia, Daria Buyanova, disse à BBC que as imagens do urso causaram "um grande choque" e que a inscrição "parece ser uma piada de mau gosto".

Anatoly Kochnev, cientista do Instituto de Problemas Biológicos do Norte, disse considerar improvável que o urso tenha sido pichado sem antes ter sido sedado.

Ele afirma ainda que pode levar semanas para que a pichação desapareça, o que pode causar problemas para o urso, que depende de sua pele branca para caçar na neve e no gelo do Ártico.

A imprensa russa especula que o ato contra o urso possa estar ligado à irritação de algumas comunidades no Ártico com o aumento no número de ursos polares em circulação.

Em fevereiro, foi decretado estado de emergência em Novaya Zemlya — região isolada no extremo leste da Rússia e um dos locais suspeitos de origem do vídeo em circulação atualmente — por conta do aparecimento de dezenas de ursos polares em diversas pequenas cidades e aldeias.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Notícias relacionadas