A 'fobia' que levou o ator Adam Driver, cotado para o Oscar, a abandonar entrevista

Scarlett Johansson e Adam Driver Direito de imagem Netflix
Image caption Scarlett Johansson e Adam Driver estrelam o filme 'História de Um Casamento', da Netflix

Muitos de nós não suportamos ouvir ou assistir gravações de nós mesmos. Mas quando você é a estrela de alguns dos maiores filmes do ano, isso pode ficar difícil.

Adam Driver saiu de uma entrevista de rádio nos EUA quando os apresentadores tocaram uma cena em que ele canta no aclamado drama da Netflix, História de Um Casamento.

O ator deixou o talk show da NPR Fresh Air durante a apresentação de um clipe de sua performance, disse o produtor executivo do programa.

O americano, que já foi nomeado ao Oscar e tem tudo para ser indicado novamente pelo filme da Netflix, também está em Star Wars: A Ascensão de Skywalker.

Anteriormente, ele estrelou Infiltrado na Klan e recentemente recebeu elogios sobre sua performance em O Relatório, sobre uma investigação a respeito das "técnicas avançadas de interrogatório" da CIA após o 11 de setembro.

Mas, apesar do sucesso, Driver já havia falado sobre sua aversão a revisitar suas próprias performances – que descreveu como uma "fobia" em um perfil recente publicado pela revista New Yorker.

Essa fobia aparentemente ocorreu quando a NPR tocou um clipe dele cantando em História de Um Casamento, de acordo com o site The Daily Beast.

O produtor executivo Danny Miller disse à revista Variety em um comunicado: "Nós realmente não entendemos por que ele foi embora. Sabíamos por causa da nossa entrevista anterior com Adam Driver que ele não gosta de ouvir os clipes de seus filmes, isso não é incomum, muitos atores se sentem assim".

Driver estava em um estúdio em Nova York, com a apresentadora Terry Gross, que falava com ele sobre a Filadélfia. Gross sugeriu que ele tirasse os fones de ouvido para evitar a dor de ouvir o clipe de 20 segundos - a mesma solução que adotaram em uma entrevista de 2015.

"Mas desta vez, após a conclusão do clipe, fomos informados pelo nosso engenheiro em Nova York de que ele havia saído do estúdio e deixado o prédio", acrescentou Miller. "Ainda não entendemos por que Adam Driver optou por deixar a entrevista nesse momento."

Driver ainda não comentou sobre o caso.

Cinco outros casos de celebridades que abandonaram entrevistas

Direito de imagem Getty Images
Image caption Da esq. para a dir.: Chris Martin, Tina e Hannah da banda S Club e Robert Downey Jr.

- Robert Downey Jr acusou Krishnan Guru-Murthy, do canal britânico Channel 4, de ser "um estraga-prazeres" depois de sair de uma entrevista de 2015 pelo fato de o apresentador ter trazido à tona seus problemas passados ​​com drogas.

- Chris Martin, do Coldplay, deixou uma aparição no Front Row da BBC Radio 4 em 2008 porque "não estava gostando muito", acrescentando: "Eu sempre digo coisas idiotas e acho que a Radio 4 é o lugar que mais me lembrará disso". Ele voltou para uma pergunta final.

- O programa Front Row, da BBC, teve outra interrupção quando Russell Crowe ficou ofendido com a sugestão do apresentador Mark Lawson em 2010 de que o sotaque do ator fazia Robin Hood parecer "um irlandês que passava férias frequentes na Austrália".

- Jean Claude Van Damme saiu de uma entrevista na TV na Austrália em 2017 depois de dizer que as perguntas que estavam sendo feitas eram "chatas".

- A oficial de relações públicas do grupo pop S Club interrompeu uma entrevista no programa da BBC Three Liquid News, em 2003, depois que a apresentadora Claudia Winkleman perguntou sobre a quantia que haviam ganho.

Direito de imagem Getty Images
Image caption Adam Driver e esposa Joanne Tucker na estreia de Star Wars: A Ascensão de Skywalker

Na entrevista de 2015, Gross perguntou a Driver por que ele se recusou a ouvir a si mesmo.

"Não quero ouvir a má atuação que provavelmente estava acontecendo durante esse clipe", respondeu ele.

"Eu já me observei ou escutei antes, sempre odeio. Gostaria de poder mudar isso, mas não dá."

Ele também se escondeu em uma sala verde durante a estreia em Cannes de Infiltrado na Klan, pelo qual recebeu uma indicação ao Oscar de Melhor Ator Coadjuvante no início deste ano.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Notícias relacionadas