Como tensão pré-Segunda Guerra levou a BBC ao Brasil há 80 anos

Seção Latino-Americana em foto tirada em 1948
Image caption Por causa do bombardeios alemães a Londres, o Serviço Latino-Americano se mudou para Aldenham House, no interior da Inglaterra | Foto: BBC Archive

'O senhor Hitler entrou hoje à noite em Viena...'

Com essas palavras, dois dias após a anexação da Áustria pela Alemanha, o locutor Manuel Braune, conhecido como "Aymberê", marcava a primeira transmissão em rádio da BBC em português para o Brasil há 80 anos.

A transmissão ocorreu na noite de 14 de março de 1938 nos estúdios de Broadcasting House, perto da estação de Oxford Circus, no centro de Londres, em noite de gala com música de orquestra e a presença de convidados como o embaixador brasileiro no Reino Unido, Raul Régis de Oliveira.

"Era um período volátil, à beira da Segunda Guerra Mundial" explica Robert Seatter, chefe do Departamento de História da BBC. "O governo britânico e a BBC se deram conta de que a Alemanha estava fazendo propaganda (por rádio ondas curtas) em várias regiões, e enviaram um representante, Felix Greene - primo do escritor Graham Greene - para verificar a situação na América do Sul em 1937."

Aymberê
Image caption Vozes de locutores da BBC se tornaram famosas, em particular a de Manuel Braune, o 'Aymberê', que também era pianista | Foto: BBC Archive

"Quando voltou, Greene relatou ter constatado que essa propaganda era altamente danosa, orquestrada com alto grau de destreza, organização e recursos. Greene diz que 'inúmeros brasileiros, argentinos e chilenos, em posições de influência e que gostam de nosso país, me disseram ser difícil observar de braços cruzados os efeitos dessas atividades sem que a Grã-Bretanha mexa um dedo sequer para proteger seu nome e seus interesses'."

A resposta britânica? "Um contra-ataque com notícias e informações claras e objetivas", acrescentou Seatter.

O então diretor-geral da BBC, John Reith, deixou clara a estratégia de combater a propaganda com informação imparcial, afirmando, na época, "que o serviço de notícias da BBC, em qualquer língua, deve ser baseado na verdade. As pessoas devem sentir que uma notícia transmitida pela BBC é correta".

Embaixador brasileiro no Reino Unido, Régis de Oliveira
Image caption Embaixador brasileiro no Reino Unido à época, Raul Régis de Oliveira (ao centro, ao lado de sua esposa e do conselheiro da embaixada Caio de Mello Franco) assistiu à primeira transmissão do Serviço Latino-Americano | Foto: BBC Archive

Inicialmente, durante a guerra que estourou em setembro de 1939, as notícias que os brasileiros ouviam pela BBC eram traduzidas do inglês.

"A BBC trouxe maior equilíbrio. Falava quando um navio inglês era afundado", diz Rose Esquenazi, professora da PUC-Rio especializada em História do Rádio e TV, à BBC Brasil. "As pessoas sabiam que havia a censura do Estado Novo. Se você ouvia em outra rádio, a notícia seria mais parcial. Os brasileiros sentiam que o noticiário da BBC era mais isento."

"Mudamos muito nos últimos anos, mas, olhando nossa própria história, é fantástico constatar que os princípios que nos moviam há 80 anos são os mesmos que guiam nosso Jornalismo hoje. O compromisso com a independência e a imparcialidade continuam sendo a base do nosso sucesso", diz Silvia Salek, diretora de redação da BBC Brasil, que produz conteúdo digital em português para uma audiência que saltou de cerca de 5 milhões de usuários únicos para mais de 20 milhões nos últimos cinco anos.

Convite para inauguração de evento
Image caption 'A BBC tem a honra de convidá-lo para estar presente na ocasião da inauguração de transmissões em espanhol e português de Londres às 12h00, meia-noite, na segunda-feira, de 14 de março de 1944', diz convite para o evento | Foto: BBC Archive

Bombas sobre Londres

O período da Segunda Guerra foi um dos mais importantes nesses 80 anos (veja ao fim do texto uma linha do tempo com áudios marcantes dos arquivos da BBC Brasil) - e os jornalistas do Serviço Brasileiro estavam literalmente no centro da ação. A locutora Rachel Braune conta em um programa de arquivo que a maioria dos brasileiros tinha deixado Londres após a declaração de guerra à Alemanha em 1939 - "só tinham ficado os funcionários da Embaixada e do Consulado e os locutores da BBC".

"Foram essas pessoas que fui encontrar no coquetel de 7 de setembro de 1940 na Embaixada Brasileira", conta ela.

Fachada de Broadcasting House com destruição
Image caption A sede da BBC, Broadcasting House, foi atingida duas vezes por bombas em 1940; a primeira (foto acima), em 15 de outubro, caiu na discoteca (arquivo de discos), e sete pessoas morreram ao tentar movê-la | Foto: BBC Archive

"Assim que o champanhe começou a ser servido, não houve tempo de levá-lo aos lábios. Explodiram as sirenes de alerta."

Era a primeira noite da blitz, a famigerada campanha de bombardeios alemães sobre a Grã-Bretanha, que obrigou os convidados da Embaixada a descer ao abrigo antiaéreo no porão "com as taças de champanhe na mão".

Prédio da BBC
Image caption Em 18 de dezembro, uma mina terrestre caiu na rua em frente à BBC, causando destruição em vários prédios ao redor e matando um policial | Foto: BBC Archive

As chuvas de bombas alemãs acabariam obrigando o próprio Serviço Latino-americano a se mudar para fora de Londres, um mês antes da sede da BBC ser atingida por uma bomba alemã, matando sete funcionários.

Foi nesse período que a base das transmissões foi transferida para Aldenham House, uma mansão no campo que pertenceu a uma família aristocrática antes de abrigar o Serviço Mundial durante a guerra. Ela inspirou também o livro Memórias de Aldenham House, de um dos jornalistas que passaram pela equipe brasileira, o escritor Antônio Callado.

No Brasil, o interesse aumentou ainda mais com o envio dos pracinhas à Itália, em julho de 1944. E o noticiário que vinha em português de Londres, toda noite, em horário nobre, passou a ser o único no país a trazer as vozes dos soldados brasileiros na frente de batalha.

Os vozes dos locutores brasileiros da BBC nessa época se tornaram famosas, em particular a de Manuel Braune, o "Aymberê", conhecido também por narrar os jornais cinematográficos da época da guerra - quem ia ao cinema encontrava com frequência, antes do início do filme, um resumo da guerra produzido pela BBC e narrado em português.

Alla Kirilova, Vamberto Morais e Ida Gomes
Image caption Vários atores renomados como Ida Gomes (acima à dir., ao lado de Alla Kirilova e Vamberto Morais), Maria Fernanda, Sérgio Viotti e Madalena Nicol gravaram radioteatro para a BBC | Foto: BBC Archive

Entre os correspondentes de guerra brasileiros cobrindo as atividades da Força Expedicionária Brasileira (FEB) na Itália, o anglo-gaúcho Francis Hallawell, o "Chico da BBC", era o único equipado com um aparelho portátil pioneiro que permitia a gravação de áudios em disco.

O resgate das gravações colhidas por Hallawell - registrando desde eventos do cotidiano nos acampamentos, como a distribuição de cartas e a "hora da boia", até visitas a feridos em um hospital e sambas compostos e tocados pelos pracinhas - faz parte do documentário Os Sons Esquecidos dos Pracinhas, que a BBC Brasil publica nesta quarta-feira.

"É um material fantástico... um estímulo a outros pesquisadores", diz o historiador Francisco César Ferraz, da Universidade Estadual de Londrina (UEL), que há vários anos pesquisa a participação dos soldados brasileiros na Segunda Guerra.

Ameaça de cortes

Nos anos 1950, a BBC fechou vários serviços dirigidos a países europeus - como Portugal, Noruega, Dinamarca e Holanda. Mais tarde, com a democratização dos antigos países comunistas após a queda do Muro de Berlim, já não se via mais razões para manter serviços como, por exemplo, o croata, o romeno, o búlgaro e o polonês.

A Seção Brasileira escapou de várias ameaças de cortes, ou por ter sua relevância reiterada por acontecimentos políticos no país ou, mais tarde, por se reinventar e conquistar um espaço próprio no concorrido mercado nacional de jornalismo.

Carmen Miranda na BBC
Image caption Carmen Miranda visitou a BBC em 1948 | Foto: BBC Archive

Durante o regime militar, em meio à censura e ao AI-5, a BBC Brasil era uma das poucas emissoras a divulgar relatórios denunciando tortura e morte de presos políticos e a abrir seus microfones a críticos da ditadura.

Em 2000, a BBC Brasil deu um passo para uma atuação digital por meio do seu site, o www.bbcbrasil.com, e de sites parceiros (UOL, G1, Terra, MSN, R7, Folha). Tem também um boletim de notícias, o Dois Minutos Pelo Mundo, transmitido de Londres para o Brasil pela rádio CBN.

Outra parte mais recente do trabalho da BBC Brasil é a cobertura do Brasil para o público estrangeiro em texto, rádio e TV. "Vão desde entradas ao vivo quando o Brasil vira notícia no mundo até reportagens especiais nas mais diferentes áreas", diz Silvia Salek.

"O novo público que conquistamos no Brasil, principalmente nos últimos cinco anos, mostra o espaço que existe para um jornalismo de qualidade, equilibrado, que busca trazer o contexto e o porquê das notícias. É um enorme orgulho fazer parte de uma equipe que faz do Brasil o país com a maior audiência digital do Serviço Mundial", afirma, acrescentando que 2018 trará novidades à oferta em português, como um projeto de notícia ilustrada e uma oferta cada vez maior de vídeos.

Abaixo, uma linha do tempo com áudios que marcaram a história da BBC Brasil:

Presentational white space

1938
14 de março

A primeira transmissão: 'O Senhor Hitler entrou hoje à noite em Viena'

Foto: BBC Archive

O BBC World Service inaugura seu serviço Latino-Americano com uma programação para rádio ondas curtas em espanhol e português. O primeiro noticiário, lido por Manuel Antonio Braune (depois conhecido como ‘Aymberê’), é dominado pela tensão na Europa a poucos meses do início da Segunda Guerra.

1944
24 de novembro

Noticiário de Guerra : 'Estrasburgo está limpa do inimigo'

Foto: Arquivo Museu Imperial de Guerra

O Serviço Brasileiro da BBC se consolida como uma das principais e mais imediatas fontes de informação sobre o andamento da Segunda Guerra. Esta gravação é um exemplo do noticiário típico da conturbada época. Foto: Arquivo Museu Imperial de Guerra

1944
29 de outubro

Tropas brasileiras cantam Hino Nacional na Catedral de Pisa

Foto: BBC Archive

Trecho de reportagem enviada pelo correspondente de guerra Francis Hallawell, o ‘Chico da BBC’, o único a gravar sons dos pracinhas brasileiros na Itália.

1948
5 de fevereiro

Villa-Lobos rege Orquestra Sinfônica da BBC em transmissão ao vivo da BBC em Londres

Foto: BBC Archives

1948
24 de abril

Carmen Miranda faz temporada em Londres e visita a BBC

Foto: BBC Archive

1950
30 de maio

'Mãos Sujas': BBC encena Sartre com Sergio Viotti e Maria Fernanda

Foto: BBC Archive

No auge do sucesso do radioteatro no Brasil, a BBC levou vários autores europeus às ondas curtas. ‘Mãos Sujas’, de Jean-Paul Sartre é estrelada por dois futuros renomados atores de novela de TV, Sergio Viotti e Maria Fernada. Na foto, Alla Kirilova, Vamberto Morais e Ida Gomes (outra futura atriz de novelas).

1953
2 de junho

Coroação da Rainha Elizabeth 2ª

Foto: BBC Archive

Vamberto Morais narra direto da Praça de Trafalgar, em Londres, um evento de grande repercussão internacional na década de 1950.

1963
14 de março

BBC marca 25 anos com depoimento de Antonio Callado

Foto: BBC Archive

Jornalista e escritor conta como foi trabalhar na BBC durante a Segunda Guerra.

1964
8 de junho

Carlos Lacerda defende golpe de 64 em tour pela Europa: ‘Estamos ansiosos para ter um governo honesto’

Governador da Guanabara e um dos principais pilares civis do governo militar é entrevistado por programa da BBC inglesa: ‘O senhor está abatido pelo fato de ter um general como presidente?’

Foto de tanques cercando o Congresso em Brasília: Jornal do Senado

1969
22 de abril

Santos joga na Inglaterra e Pelé dá entrevista à BBC

Foto: BBC Archive

Time brasileiro estava no país para amistoso contra o Stoke City – que o Santos venceu por 3 a 2. BBC perguntou ao 'rei do futebol': 'Os torcedores europeus vão ao estádio ver o Santos ou o Pelé?'.

1971
13 de julho

No exílio em Londres, Caetano faz show e grava disco

Foto: BBC Archive

Cantor e compositor, que deixou o país após ter sido preso pela ditadura militar, dá sua primeira entrevista ao Serviço Brasileiro da BBC, que gravou trechos de raro show dele na capital britânica.

1983
4 de maio

Ayrton Senna: 'Não curto a Inglaterra'

Foto: Instituto Ayrton Senna/WikiCommons

Morando no interior da Inglaterra para disputar Fórmula 3, piloto dá comovente entrevista a repórter do Serviço Brasileiro da BBC; matéria sobre esse período pode ser lida aqui.

1984
em algum momento após agosto

Lula visita Cuba pela 1ª vez: 'Voltei maravilhado'

Foto: Reuters

Em entrevista à BBC, o então presidente do PT relata sua experiência inédita de conhecer um país socialista.

1987
17 julho

Chico Mendes: 'Todos os seringueiros ouvem a BBC'

Foto: By Miranda Smith, Miranda Productions, Inc. (Own work) [CC BY-SA 3.0 (https://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0)

Um ano antes de seu assassinato, líder seringueiro visita Londres e faz revelação surpresa.

1987
7 de agosto

Ivan Lessa brilha fazendo bêbado em peça radiofônica

Foto: BBC Archive

Jornalista e escritor mostra sua faceta de ator em adaptação de ‘Uma Libra em Dinheiro Vivo’, do dramaturgo irlandês Sean O’Casey, traduzida por ele.

1989
22 de março

Caiado x Lutzenberg: 'Como tu é cínico, tu não tem vergonha?'

Fotos: Agência Brasil/Right Livelihood Award Foundation

Em debate ao vivo sobre conservação da Floresta Amazônica, realizado em coprodução por Serviço Brasileiro da BBC com a Rádio Bandeirantes, agrônomo e ecologista renomado internacionalmente José Lutzenberger bate boca com líder ruralista e então candidato à Presidência Ronaldo Caiado. Entre participantes do debate, estavam, em Londres, Ghillean Prance, diretor do renomado Kew Gardens, Jacques Arnold, deputado do Partido Conservador e David Treece, representante da ONG Survival International.

1992
29 de dezembro

'Passei uma semana aqui em Londres brigando com o tradutor'

Foto: BBC

Chico Buarque lança ‘ Estorvo’, seu primeiro romance, em Londres e defende o ‘estranho’ na literatura brasileira. Entrevista a Maria Helena Carone e José Antonio Arantes.

1994
novembro

Jorge Amado: 'As ideologias são a desgraça do nosso tempo'

Foto: BBC Archive

Escritor ex-comunista participa de festival em Londres dedicado à Bahia e lança seu último livro, 'O Sumiço da Santa'.

1997
6 de setembro

Funeral de Diana: 4 horas em 4 minutos

Foto: BBC

Com vários repórteres acompanhando percurso fúnebre do corpo de princesa Diana, morta em trágico acidente de carro, Seção Brasileira da BBC acompanha um dos eventos mais marcantes da história recente da Grã-Bretanha em transmissão ao vivo de 4 horas.

1999
7 de julho

Saramago responde a perguntas de autores brasileiros

Foto: Pierre-PhillippeMarcou/AFP/Getty

Após receber prêmio Nobel de literatura, autor português é entrevistado no programa 'De Olho no Mundo', coprodução com a Rádio Eldorado de SP.

2000
22 de abril

500 anos de Descobrimento: 3 horas em 4 minutos

Foto: Divulgação/Jogos dos Povos Indígenas

De Londres, BBC Brasil transmite programa de três horas conduzido ao vivo por Márcia Poole em Lisboa e Graciela Damiano em Cabrália (BA), com repórteres entrando de várias localidades brasileiras e portuguesas.

2000
0

Nova marca, novo endereço: Seção Brasileira se torna BBC Brasil e ganha domínio na internet

Foto: BBC

2005
3 de abril

Última transmissão em ondas curtas

Foto: BBC

Trechos da edição derradeira especial do programa 'Mundo Hoje' por ondas curtas.

2006
julho

BBC Brasil inaugura redação em São Paulo

Foto: BBC

2013
7 de junho

Rainha Elizabeth 2ª inaugura oficialmente a nova sede da BBC em Londres, a New Broadcasting House, perto de Oxford Circus. A BBC Brasil já havia se mudado, junto com o Serviço Mundial, para o prédio em abril de 2012.

Foto: BBC

2014
setembro

BBC Brasil celebra 1 milhão de likes no Facebook

2016
julho

BBC Brasil marca chegada dos Jogos Olímpicos

Foto: BBC

Foto: BBC

*Com agradecimentos especiais a Laurindo Lalo Leal Filho, pela vasta pesquisa que deu origem ao livro 'Vozes de Londres - Memórias Brasileiras da BBC', e à Embaixada do Brasil em Londres, que guardou parte dos arquivos sobre os pracinhas.

.

Notícias relacionadas