Em vídeo, Simpsons zombam de Trump e 'declaram voto' em Hillary

Cena de clipe dos Simpsons Direito de imagem Reprodução/YouTube
Image caption Marge 'convence' Homer a não votar em Trumpo em clipe que nesta segunda tinha mais de 1,9 milhão de visualizações

Marge e Homer Simpson decidem votar na democrata Hillary Clinton nas eleições dos EUA em um videoclipe lançado pela 20th Century Fox no último final de semana - e que nesta segunda-feira tinha mais de 1,9 milhão de visualizações.

O clipe de quase dois minutos, chamado 3 am, foi postado no YouTube e não faz parte de nenhum episódio.

Nele, o candidato republicano Donald Trump é retratado sentado na cama como se estivesse lendo um livro chamado Grandes discursos por A. Hitler.

Quando Homer sinaliza que pode votar em Trump, Marge diz: "Se esse é o seu voto, me pergunto se eu posso estar com você de novo."

Homer responde: "E é assim que eu me tornei um democrata."

Clinton e Trump vão se enfrentar nas eleições presidenciais dos EUA, em 8 de novembro.

'Agora não, estou no Twitter'

A discusão dos dois personagens de Simpsons começa quando Marge diz que ela "não pode fazer amor até que tenha decidido em quem votar".

O narrador, em seguida, coloca a questão: "São 3h da manhã e o telefone está tocando na Casa Branca - que você quer que atenda?"

A questão é uma referência à campanha política de Hillary Clinton de 2008, que na época publicou um anúncio com um telefone tocando às 3 da manhã, perguntando aos americanos quem eles queriam que liderasse o país durante um momento de crise.

Clinton e Trump são, então, vistos respondendo ao tal telefonema.

Direito de imagem AFP/REUTERS
Image caption Clinton e Trump vão se enfrentar nas eleições presidenciais dos EUA, no dia 8 de novembro

Do lado republicano, Trump responde dizendo: "Agora não, eu estou no Twitter."

Ele, então, ordena um assessor: "Coloque meu nome no memorial Lincoln, dissolva a Otan... e faça para mim uns ovos mexidos em pratos de ouro." Depois, recebe uma sessão de bronzeamento artificial e uma peruca para se preparar para aparecer em público.

Do lado democrata, Bill Clinton é visto inicialmente atendendo o telefone para a mulher: "A sala de situação? Eu estarei lá."

Seu rosto, em seguida, sai da tela enquanto ele entrega o telefone para Hillary, dizendo: "Oh, é para você."

Sua esposa responde: "Sim, a partir de agora, é sempre para mim."

Notícias relacionadas