Rússia é banida de Jogos Paralímpicos por escândalo de doping

Torcedor com bandeira russa diante de logo olímpico

O Comitê Paralímpico Internacional (IPC, na sigla em inglês) decidiu suspender a delegação russa dos Jogos Paralímpicos do Rio, que começam no dia 7 de setembro.

O presidente do IPC, Philip Craven, disse em entrevista que a decisão foi baseada no relatório McLaren da Agência Mundial Anti-Doping, Wada (na sigla em inglês).

O documento apontou no mês passado que o governo da Rússia operava um esquema estatal de doping sistemático.

"O sistema anti-doping da Rússia está quebrado, corrompido e inteiramente comprometido", disse Philip Craven. "O Comitê Paralímpico russo não tem condições de garantir a adequação nem a fiscalização de acordo com o código anti-dopagem do IPC, nem com o código anti-dopagem mundial dentro da sua jurisdição nacional, e nem respeitar as suas obrigações fundamentais como membros do IPC."

"Como resultado, o Comitê Paralímpico Russo está suspenso com efeito imediato."

Elaborado pelo especialista legal canadense Richard McLaren, o relatório McLaren descreveu um esquema sofisticado de doping patrocinado pelo Estado russo e posterior acobertamento da prática entre 2011 e 2015 - principalmente durante os Jogos Olímpicos de Inverno em Sochi, na Rússia, em 2014.

De acordo com o relatório, o Ministério do Esporte russo "dirigiu, controlou e supervisionou" a manipulação de amostras de urina dos atletas e fraudou resultados.

A decisão do IPC de banir a delegação paralímpica russa é mais dura que a do Comitê Olímpico Internacional (COI), que preferiu delegar para cada federação esportiva a decisão sobre banir ou não de atletas russos nos Jogos do Rio.

Legenda da foto,

Relatório descreve sistema de doping praticado pela Rússia durante Jogos Olímpicos de Inverno em Sochi

Ao mesmo tempo, o COI elevou os requerimentos para os atletas russos e proibiu todos aqueles que já tinham condenação anterior por uso de substâncias proibidas.

Cerca de 270 atletas russos estão competindo nos Jogos Olímpicos do Rio.