A busca pelos naufrágios que podem recontar história do envio de escravos às Américas
A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

A busca por destroços de naufrágios que podem recontar a história do envio de escravos às Américas

Pesquisadores estão em busca dos destroços de navios negreiros que afundaram enquanto transportavam homens, mulheres e crianças africanas que seriam escravizadas nas Américas.

Uma equipe de arqueólogos mergulha em busca desse pedaço da história no Senegal. Eles esperam identificar os navios naufragados com base nos poucos registros da época e em arquivos.

Estima-se que milhares de pessoas foram mandadas da África para serem escravizadas nas Américas, em especial no Brasil, entre os séculos 16 e 19.

O professor responsável pelo projeto acredita que a pesquisa vai ajudar a entender melhor a história da África.

“As travessias do Atlântico ainda são um ponto obscuro da história, e não foram bem documentadas”, afirma Ibrahima Thiaw, diz o arqueólogo da Universidade de Dakar.

“É importante aprender mais sobre esse período, porque o cordão umbilical entre a diáspora e a África foi cortado”, completa.

O projeto começou há três anos. E os participantes contam que, no início, não foi fácil.

No barco usado pela equipe para os mergulhos, Aïcha Kamite, estudante de arqueologia e integrante do projeto, diz que no início nem nadar sabia.

"Nosso primeiro ano foi muito difícil para a equipe", relata.

Tópicos relacionados