Casamento real: Como eram os vestidos de noiva de rainhas e princesas - e o que podem revelar sobre o de Meghan

Quando a atriz americana Meghan Markle, 36, descer de sua carruagem em frente à Capela de São Jorge, no Castelo de Windsor, neste sábado, 19, todos os olhos estarão voltados para ela. Um dos maiores mistérios é como será seu vestido de noiva.

Como mudaram os vestidos de noiva da realeza?

Como mudaram os vestidos de noiva da realeza?

Até pouco mais de 200 anos atrás, os vestidos de noiva tinham cores vivas

A Rainha Maria I da Inglaterra se casou usando roxo em 1554, algo reservado exclusivamente para a realeza

Em 1816, a princesa Carlota de Gales vestiu fios de prata reais e bordado prateado

Em 1840, a rainha Vitória escolheu um vestido de seda branco rendado

A partir dessa ocasião, os vestidos de noiva de cor branca se popularizaram

A Rainha-Mãe rompeu com os moldes usando um vestido mais solto,

mas há algumas normas de estilo que quase todos os vestidos reais seguem:

São quase sempre compridos e nunca mostram os joelhos

Desde os anos 50, as saias foram ganhando volume

Embora a princesa Vitória da Suécia tenha usado um vestido que não cobria seus ombros,

as mangas seguem sendo a norma na maioria dos vestidos reais

E alguns outros detalhes...

Costumam ter caudas, que dão certa grandeza ao vestido

E o véu segue sendo essencial em um casamento real

A referência eterna é Grace Kelly, que usou um vestido com acabamento no pescoço e mangas compridas

Um estilo muito diferente do vestido de tule que Meghan vestiu na série "Suits"

Apesar de todas essas pistas, o vestido de Meghan é um dos segredos mais bem guardados do evento

Meghan se casará com o príncipe Harry, 33, sexto na linha de sucessão ao trono britânico e filho mais novo da princesa Diana e do príncipe Charles. A cerimônia será no Castelo de Windsor, cidade vizinha a Londres, e o irmão de Harry, William, será o padrinho.

No casamento real, Meghan deve usar uma tiara-joia da família real. A princesa Diana deixou suas joias para os filhos e a duquesa de Cambridge, mulher de William, já usou em eventos oficiais da família real muitas das peças de Diana, bem como outras que pertencem à rainha.

Mas ninguém sabe como será o vestido de Meghan. Provavelmente, seguirá algumas normas de estilo de quase todos os vestidos reais anteriores.

Direito de imagem Alexi Lubomirski
Image caption O príncipe Harry e a atriz Meghan Markle se casarão no dia 19 de maio no Castelo de Windsor, uma das residências oficiais da rainha Elizabeth 2ª

O que esses vestidos do passado podem nos ensinar?

Até pouco mais de 200 anos atrás atrás, os vestidos de noiva tinham cores vivas. A Rainha Maria I da Inglaterra se casou usando roxo em 1554, algo reservado exclusivamente para a realeza.

Em 1816, a princesa Carlota de Gales vestiu fios de prata reais e bordado prateado. Em 1840, a rainha Vitória escolheu um vestido de seda branco rendado. A partir dessa ocasião, os vestidos de noiva de cor branco se popularizaram. A Rainha-Mãe rompeu com os moldes usando um vestido mais solto.

Image caption A princesa Diana se casou com Charles, em 1981, usando uma tiara que pertencia à sua familia, os Spencer

Apesar de todas essas mudanças, há algum padrão: os vestidos são quase sempre compridos e nunca mostram os joelhos. Desde os anos 50, as saias foram ganhando volume. E, embora a princesa Vitória da Suécia tenha usado um vestido que não cobria seus ombros, as mangas seguem sendo a norma na maioria dos vestidos reais.

Os vestidos também costumam ter caudas, que dão certa grandeza à peça, e o véu segue sendo essencial. A referência eterna é Grace Kelly, que usou um vestido com um acabamento no pescoço e mangas compridas quando se casou com o príncipe Rainier III, de Mônaco, em 1956.

Image caption Kate Middleton e William se casaram em 2011

Notícias relacionadas