Quem são os guarda-costas de Kim Jong-un?

Guarda-costas protegem carro de Kim Jong-un Direito de imagem Getty Images
Image caption Seguranças de Kim Jong-un devem ter mesma altura que o líder e boas habilidades de observação

O mundo mais uma vez conseguiu espiar os seguranças de Kim Jong-un enquanto eles cercavam o comboio do líder norte-coreano em Cingapura.

Mas eles são mais do que uma atração peculiar, afinal, quando se trata da segurança de seu governante, a Coreia do Norte não brinca em serviço.

Quando está em seu país, Kim é cercado por três linhas de seguranças. Em Cingapura, ele exibe outra formação - e todos os olhos se voltam para os homens de ternos escuros.

Os seguranças que correm ao lado da limousine de Kim e os que caminham perto dele integram um grupo formalmente chamado de Escritório Principal de Ajudantes.

Eles formam a linha mais próxima de Kim e são selecionados pelo Exército norte-coreano dentre recrutas que cumprem suas obrigações militares.

Investigação rigorosa

Os critérios para a seleção incluem a altura - dá-se preferência aos que têm a mesma altura que o líder - e a qualidade da visão. Eles precisam demonstrar alta aptidão para manusear armas de fogo e para as artes marciais.

Por fim, é feita uma investigação rigorosa do guarda-costas e de seus antepassados até duas gerações anteriores.

Muitos ajudantes têm parentesco com a família Kim ou com outras famílias da elite norte-coreana.

Assim que são selecionados para se tornar seguranças (recusar o trabalho não é uma opção), eles passam por um treinamento intensivo, similar ao aplicado pelas Forças Operacionais Especiais do Exército norte-coreano.

Isso inclui treinamento em armas de fogo e técnicas de fuga. Os seguranças passam por testes de resistência física, aulas de comportamento e exercícios rigorosos.

Eles formam um círculo em torno de Kim que lhes permite uma visão em 360 graus do local. Entre três e cinco guarda-costas - incluindo o diretor do Escritório Principal de Ajudantes - se deslocam à frente do líder.

Dois ou três seguranças ficam de cada lado do grupo, e outros quatro ou cinco acompanham por trás.

Direito de imagem Getty Images
Image caption Seguranças norte-coreanos do lado de fora do hotel de Kim Jong-un, em Cingapura

Num sinal de seu poder no regime, eles estão entre os poucos cidadãos norte-coreanos autorizados a portar armas carregadas perto do governante do país - normalmente, uma pistola semiautomática e uma arma de reserva.

Apesar disso, suas principais ferramentas para defender Kim são as habilidades de observação e de neutralizar qualquer ameaça com as mãos e os corpos.

Quando o pai de Kim Jong-un, Kim Jong-il, estava vivo, havia um segurança para cada dois assessores sêniores que o acompanhavam.

Já os seguranças de Kim Jong-un são menos numerosos e têm uma presença mais discreta.

Eles normalmente vestem ternos em estilo ocidental, como os usados em Cingapura, ou ternos chamados Zhongshan, comuns entre membros do partido único norte-coreano.

Os motoristas de Kim sempre vestem luvas de linho ou couro para dirigir. Eles também usam fones de ouvido para se comunicar por rádio. No entanto, seu principal método de comunicação é mais tradicional: usam distintivos e broches nas roupas que os identificam, além de dominar uma série de senhas e códigos verbais.

Estima-se que o Escritório Principal de Ajudantes tenha entre 200 e 300 funcionários, dos quais metade são seguranças, e os restantes, motoristas e técnicos. Embora alguns dos seguranças tenham carreiras longas, a maioria só ocupa a função por dez anos.

Álcool, comida e cigarros

O Comando da Guarda (CG) compõe a segunda e a terceira linhas de segurança em torno de Kim.

Enquanto o Escritório Principal de Ajudantes protege o líder supremo, o CG é responsável pela segurança das áreas que ele visita - tanto na Coreia do Norte quanto no exterior.

Além disso, o CG é responsável por apoiar técnica e logisticamente Kim em várias funções.

Seus membros passam por uma seleção e análise de antecedentes semelhantes aos enfrentados pelos seguranças. Aliás, a maioria dos seguranças é eventualmente transferida para o CG.

Relatos da visita de Kim a Cingapura dão conta de que três aviões viajaram de Pyongyang à cidade onde ele se reunirá com Donald Trump. Havia membros do CG em pelo menos dois aviões.

Esses homens e mulheres operam e mantêm linhas telefônicas seguras e computadores usados pelo líder. Além disso, carregam todo o álcool, comida e cigarros que serão consumidos por Kim em Cingapura - e inspecionarão qualquer comida ou bebida servidas ao líder.

Image caption Seguranças escoltam carro de Kim Jong-un em Cingapura

O grupo também conta com uma equipe médica, que enviou ao menos dois membros para Cingapura.

O CG cuida de onde Kim trabalha, se hospeda ou visita. Eles formam uma linha imediatamente fora do grupo de seguranças, seguida por uma terceira linha num raio de quase um quilômetro.

Não se sabe de nenhum outro líder que tenha um sistema de segurança pessoal com três linhas.

E embora os guarda-costas formem uma imagem impactante, são outras as instâncias de segurança - não necessariamente visíveis - que trabalham de forma mais sofisticada para garantir a manutenção física da dinastia Kim.

Tópicos relacionados

Notícias relacionadas