Os mausoléus mexicanos de R$ 2 milhões que têm até ar-condicionado e TV
A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

Os mausoléus mexicanos de R$ 2 milhões que têm até ar-condicionado e TV

Culiacán, a capital do Estado mexicano de Sinaloa, abriga o cemitério clandestino de um dos principais grupos de narcotráfico do país, o cartel de Sinaloa.

Lá, os túmulos chegam a ser construídos com vidros à prova de balas, ar-condicionado e até TV por satélite.

Os mausoléus podem custar até US$ 500 mil (cerca de R$ 2 milhões).

O coveiro Jorge (nome fictício), que trabalha no local há 33 anos, conta que alguns túmulos também têm câmeras de segurança.

Segundo ele, as famílias que vão ali visitar seus mortos precisam de proteção.

Em 2007, o governo mexicano declarou guerra às drogas. Desde então, 200 mil pessoas foram assassinadas. O ano de 2017 foi o mais sangrento.

"Infelizmente, é como nós vivemos nessa cidade. Os jovens estão sempre atrás de dinheiro fácil e isso lhes custa a vida", diz Jorge.

Tópicos relacionados