Morre Aretha Franklin, a 'rainha do soul'

Aretha Franklin morre após descoberta de câncer Direito de imagem Getty Images
Image caption Aretha Franklin durante show em Chicago (EUA), em 1992

Aretha Franklin, a "rainha do soul", morreu em Detroit (EUA) aos 76 anos.

A lendária cantora foi diagnosticada com câncer em 2010 e anunciou que deixaria os palcos em 2017.

Conhecida por hits como Respect e Think, ela teve uma carreira que se estendeu por sete décadas.

Franklin fez seu último show em novembro em Nova York para arrecadar fundos para a fundação do cantor Elton John.

Biografia de Aretha Franklin

Nascida em Memphis, filha de uma cantora e pianista gospel e de um pastor batista, ela foi orientada desde a infância por estrelas gospel como Mahalia Jackson e Clara Ward.

Mesmo assim, teve dificuldades para alcançar a fama - a gravadora Columbia não sabia em qual categoria deveria enquadrar sua voz poderosa.

Em 1966, após migrar para a gravadora Atlantic Records, realizou algumas de suas apresentações mais impactantes.

Direito de imagem Getty Images
Image caption Aretha Franklin em seu último show, em novembro de 2017, em Nova York

Dois anos depois, já era conhecida nos EUA e na Europa como "Lady Soul" - um símbolo do movimento negro, retratada na capa da revista Time e premiada pelo ativista negro americano Martin Luther King.

Hits e premiações

Após uma participação na comédia The Blue Brothers, ela lançou uma série de hits nos anos 1980, incluindo Who's Zooming Who? e I Knew You Were Waiting (For Me), em dueto com George Michael.

Ela ganhou a Medalha Presidencial da Liberdade do presidente George W. Bush, em 2005, quando foi elogiada por "capturar os corações de milhões de americanos".

Dez anos depois, levou o presidente Barack Obama às lágrimas quando cantou (You Make Me Feel Like) A Natural Woman no Kennedy Center - tendo antes cantado na cerimônia de posse do primeiro presidente negro dos EUA.