100 Women: sutiã, maquiagem ou anel de compromisso? Que objetos as mulheres jogariam na 'Lixeira da Liberdade'

O que está impedindo as mulheres de atingir todo o seu potencial no século 21?

Selecione um objeto da lista e descubra por que ele pode ser considerado um "objeto de opressão"

  • Maquiagem

    "Os homens não são julgados por saírem de casa sem maquiagem no rosto."

    Leia mais Maquiagem
  • Roupas desconfortáveis

    "Não consigo entender por que as pessoas usam. Doem, não são práticos e podem causar problemas sérios para o corpo."

    Leia mais Roupas desconfortáveis
  • Cozinhar

    "Estou farta do fato de que a ideia de que lugar de mulher é na cozinha virou algo normalizado." - Emma

    Leia mais Cozinhar
  • Tarefas domésticas

    "A igualdade começa dentro de casa. Então levantem do sofá e comecem a participar da limpeza, meninos."

    Leia mais Tarefas domésticas
  • Sutiã

    "Eu não deveria ser forçada a ter uma aparência 'bonita'. Eu sou linda e inteligente sem ele." - Lisa

    Leia mais Sutiã
  • Culto a celebridades

    "Todas as modelos têm o mesmo tipo físico e parecem infelizes. É entediante." - Wendy

    Leia mais Culto a celebridades
  • Casamento

    "Para mim o anel de noivado é antifeminista, significa que a mulher que o leva no dedo pertence a outra pessoa." - Matilde

    Leia mais Casamento
  • Redes sociais

    "É muito tóxico para a saúde mental das pessoas, especialmente as meninas. Eles são confrontadas constantemente com ideais perigosos e pouco realistas." - Roshan

    Leia mais Redes sociais
  • Brinquedos separados por gênero

    "Todos os brinquedos separados por gênero dizem a meninos e meninas que eles só podem fazer algumas coisas." - Anna

    Leia mais Brinquedos separados por gênero
  • Bônus

    O que são objetos de opressão? Descubra a lógica por trás da "Lixeira da Liberdade" e sugira você também um objeto

    Leia mais Bônus

O projeto "Lixeira da Liberdade" é uma versão digital do famoso protesto realizado por feministas americanas em 1968.

Estamos perguntando às mulheres do mundo todo quais objetos as impedem de viver a vida da forma como gostariam.

Direito de imagem Getty Images

O protesto americano, ocorrido durante o concurso de beleza Miss América, em Nova Jersey, espalhou a icônica – e mítica – imagem das "feministas queimadoras de sutiãs".

Na ocasião, um grupo de mulheres arremessou esfregões, batons e sapatos de salto alto em uma "Lixeira da Liberdade".

A ideia era simbolicamente jogar fora itens que eram retrato da opressão às mulheres, afirmou Robin Morgan, uma das organizadoras do protesto. Pessoas que passavam por ali eram convidadas a participar.

"Algumas historiadoras feministas consideram esse momento o marco inicial da onda de feminismo atual", afirma Morgan, que faz parte da lista de 2018 do projeto BBC 100 Women (100 Mulheres), que anualmente lista cem mulheres inspiradoras de todo o mundo.

"Embora isso seja lisonjeador e lindo de ouvir, não é verdade. Grupos como a Organização Nacional para Mulheres já existiam antes."

Direito de imagem Getty Images

E a imagem que ficou marcada na memória coletiva sobre o protesto – a das "feministas queimadoras de sutiãs" – paradoxalmente nunca aconteceu.

Algumas mulheres chegaram, sim, a se livrar das roupas íntimas – mas ao jogá-las na "Lixeira da Liberdade".

"Elas nunca queimaram eles", conta Morgan.

Os itens da "Lixeira da Liberdade" do BBC 100 Women (100 Mulheres) foram escolhidos dentre sugestões de leitores, bem como das mulheres que compõem a lista deste ano.

Alguns deles, como o sutiã, rememoram o protesto original, de 1968. Vestimentas religiosas, roupas para bebês feitas apenas para meninos ou meninas e holerites – representando a diferença de salários entre homens e mulheres – estão entre os pedidos mais populares.

Muitas pessoas, porém, se opõem à ideia de uma "Lixeira da Liberdade", enquanto outros discordam do feminismo como um todo.

O que é o 100 Women?

Todos os anos, a iniciativa BBC 100 Women (100 Mulheres) nomeia 100 mulheres influentes e inspiradoras ao redor do mundo e compartilha suas histórias.

2018 foi um ano importante para os direitos das mulheres em todo o mundo. Por isso, a BBC 100 Women deste ano vai apontar histórias de mulheres pioneiras, que estão usando paixão, indignação e raiva para produzir mudanças concretas em torno delas.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Notícias relacionadas