Tsunami na Indonésia: morte de integrantes e fãs de banda que teve show devastado por ondas comove país

Andi, Riefian, Bani e Herman (da esquerda para a direita) Direito de imagem Instagram/Seventeenbandid
Image caption Andi, Riefian, Bani e Herman (da esquerda para a direita) estavam se apresentando na praia quando o tsunami atingiu a costa

Uma das histórias mais chocantes e comoventes que surgiram do tsunami que atingiu a Indonésia no sábado (22) é a da banda de rock Seventeen. O grupo se apresentava para cerca de 200 pessoas em uma tenda na praia quando a costa foi devastada pelas ondas.

Um vídeo do evento mostra o momento dramático - e a rapidez - com que as ondas gigantes atingem o palco coberto. A cantoria logo se transforma em gritaria.

Segundo as autoridades locais, o baixista, o guitarrista, o empresário da turnê e um membro da equipe da banda morreram, e o baterista continua desaparecido.

O vocalista, único sobrevivente do grupo que se tem registro até agora, tem postado atualizações em seu perfil no Instagram.

"Nós perdemos Bani [baixista] e Oki Wijaya [empresário da turnê]", afirmou Riefian Fajarsyah em um vídeo no Instagram, enquanto tentava segurar as lágrimas.

"Por favor, rezem para que minha esposa Dylan e Herman [guitarrista], Andi [baterista] e Ujang [da equipe] sejam encontrados em breve."

Um dia depois, ele publicou uma foto no Instagram - com uma atualização. Os corpos de Herman e Ujang haviam sido encontrados.

"Descansem em paz, Herman e Ujang", escreveu na legenda. "Andi, volta logo. Estou sozinho... irmão, por favor..."

A esposa de Fajarsyah - Dylan Sahara - ainda está desaparecida. "Hoje é seu aniversário, quero poder te dar parabéns [pessoalmente]", declarou Riefian em um post na segunda-feira. "Volta logo, querida."

Várias pessoas também postaram sobre a provação de um membro da equipe da Seventeen, chamado Zack. Ele narrou sua luta debaixo d'água no Instagram Stories, dizendo ter sobrevivido agarrado ao palco que havia sido levado pelas ondas.

Os Seventeen eram bem conhecidos na cena do rock indonésio com diversas músicas famosas no país. Foram prestadas várias homenagens à banda, que é originalmente de Yogyakarta - por parte de fãs e celebridades da música indonésia, como Tantri, vocalista do grupo Kotak.

A banda estava tocando na praia de Tanjung Lesung, no oeste de Java, na noite de sábado. Eles foram contratados pela empresa estatal de serviços públicos Perusahaan Listrik Negara (PLN) para se apresentar na festa de fim de ano da companhia, que reuniu 200 funcionários e familiares.

De acordo com Fajarsyah, eles só haviam tocado duas músicas antes de serem atingidos pelas ondas.

Cerca de 30 funcionários da PLN e convidados da festa morreram - 13 continuam desaparecidos, informou a PLN em entrevista.

Direito de imagem Getty Images
Image caption O vulcão Anak Krakatoa fica no meio do oceano, a noroeste da ilha de Java

Pelo menos 373 pessoas morreram e 1.459 ficaram feridas depois que cidades costeiras nas ilhas de Sumatra e Java foram atingidas pelo tsunami na noite de sábado. Ainda há, segundo a Indonésia, cerca de 130 pessoas desaparecidas.

Acredita-se que os deslizamentos submarinos do vulcão Anak Krakatau tenham provocado o tsunami. Ele entrou em erupção novamente no domingo - e há temores de que possa desencadear um novo tsunami.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Tópicos relacionados

Notícias relacionadas