'Tinha 8 anos quando meu pai me estuprou e 11 quando ele me jogou na prostituição'
A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

'Tinha 8 anos quando meu pai me estuprou e 11 quando ele me jogou na prostituição'

O drama de Kayti começou quando ela tinha 8 anos. Foi estuprada pelo próprio pai. Três anos depois, ele a forçou a se prostituir.

Neste vídeo, Kayti conta que ia à escola, ao médico, saía com os amigos. Até patinava.

Ela cresceu numa cidade dos Estados Unidos, onde ninguém tinha ideia do que o pai a obrigava fazer.

Quando a levava, o pai ficava com as roupas dela.Trazia as roupas de volta somente quando ia buscá-la.

Kayti relata que o pai a levava a leilões de mulheres, a escritórios, a empresas para que ela se relacionar com homens que pagavam pelo sexo. Quando era adolescente, até numa igreja foi.

Kayti só conseguiu se livrar dessa vida de abusos aos 28 anos. Entrou em contato com uma organização que combate tráfico de mulheres. Foi resgatada no dia seguinte pela entidade que a tirou da casa dos pais.

Apesar de tudo, a filha nunca denunciou o pai. Ele ameaçava a maltratar a irmã se ela contasse o que estava acontecendo.

Ela hoje trabalha para uma organização que ajuda mulheres escravizadas sexualmente. Mas ainda tem medo que ele a prejudique e puna a família se muitos detalhes desse drama forem publicados. Ele ainda está por aí, solto.

Produção: Hannah Long-Higgins

Ilustração: Lauréne Boglio

Animação: Jonny Sanders

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!