5 frases em latim que se mantêm relevantes após milênios

Tatuagem com a frase "Sapere aude", "ouse saber"
Image caption "Ouse saber": tatuagem gravada em latim pode dar mais força e profundidade à expressão com economia de palavras.

A historiadora e escritora Daisy Dunn afirma existir boas razões para a enorme quantidade de tatuagens em latim, o idioma que teve origem na Itália e se disseminou pela Europa juntamente com a expansão do domínio do Império Romano.

O idioma, a partir do qual surgiram muitas derivações, é econômico. Pode se expressar muito com poucas palavras.

Além do poder de síntese, o latim é repleto de axiomas, provérbios elaborados a partir de observações feitas há mais de dois mil anos ainda se aplicam aos dias de hoje tal qual acontecia no passado distante.

Daisy Dunn, que já foi professora de latim na universidade britânica UCL (University College London), apresenta cinco frases em latim que continuam relevantes milhares de anos depois.

1. Non videmus manicae quod in tergo est

Literalmente, a frase significa "não podemos ver a carga que carregamos nas costas".

Em meados do primeiro século 1 aC, o poeta romântico Caio Valério Catulo, ou Gaius Valerius Catullus em latim, registrou em sua obra uma característica humana bastante comum.

Direito de imagem Rebecca Hendin/BBC Ideas
Image caption É mais fácil reconhecer os defeitos de outros do que os nossos, diz a expressão cunhada por Catulo

Embora achemos muito fácil reconhecer falhas nos outros, tendemos a não ver as nossas próprias deficiências.

"Cada um de nós recebeu uma falha", escreveu ele, "mas não podemos ver o fardo em nossas costas".

Assim, há 2 mil anos a mensagem de Catulo diz para que façamos uma autocrítica antes de apontar o dedo para os outros.

2. Omnia vincit amor

Ou, em português, o amor vence tudo.

A frase do poeta Virgilio não representa apenas uma emoção humana. Foi escrita para falar da força divina, na mitologia romana.

Direito de imagem Rebecca Hendin/BBC Ideas
Image caption O amor como força de superação é exaltado na frase célebre "Omnia vincit amor"

O amor é o Cupido, filho de Vênus, a deusa de amor e da beleza. Quando menos se espera, ele pode te ferir com uma flecha e te fazer cair, desesperadamente, de amor.

O apaixonado que suspirou as palavras "Omnia vincit amor" sabia que o amor não necessariamente representa a felicidade. Estar apaixonado pode implicar, também, em dor.

Mas a poesia de Virgílio nos mostra que é inútil lutar contra o amor. É melhor deixar-se levar pelo amor do que tentar proteger-se do seu feitiço.

3. Si hortum in biblioteca habes deerit nihil

Direito de imagem Rebecca Hendin/BBC Ideas
Image caption Para o poeta Cícero, um jardim e uma bicicleta deveriam ser suficientes para preencher as necessidades de todos

O que Cícero escreveu foi: "Se tens um jardim e uma biblioteca, nada lhe faltará".

As casas de Roma tinham um jardim que ocupavam metade do imóvel, normalmente nos fundos. Mas não necessariamente a frase está relacionada ao poder material.

Havia uma tradição de ensinar ao ar livre. Os alunos de Platão, na Grécia, por exemplo, aprendiam debaixo de árvores.

A mensagem de Cícero pode ser lida como o poder que uma pessoa tem se tiver conhecimento e a natureza a seu alcance.

4. In vino veritas

Direito de imagem Rebecca Hendin/BBC Ideas
Image caption A verdade está contida no vinho, é a tradução ao pé da letra da famosa afirmação "In vino veritas"

A verdade está no vinho, diz a frase.

Muita gente que bebe um pouco a mais pode, potencialmente, atestar isso. O vinho afia a língua, aumenta o impulso de falar mais.

Com o álcool, é possível fazer uma pessoa falar um monte de bobagem. Mas, como os antigos sabiam bem, é possível fazer com que segredos sejam revelados.

Ao evocar o vinho nessa frase, o romano Plínio, o Velho, aludiu a um ditado popular sobre o vinho sendo capaz de revelar a verdade: "Veritas vino est".

Ao mesmo tempo, Plínio simpatizava com os bêbados que não veem o nascer do sol e, portanto, vivem vidas mais curtas.

5. Donec eris sospes multos numerabis amicos

Direito de imagem Rebecca Hendin/BBC Ideas
Image caption De forma cínica e cruel o poeta Ovídio resumiu a natureza interesseira do ser humano: "Enquanto estiveres bem, terás amigos"

Enquanto você estiver bem, terá muitos amigos.

A frase diz um pouco sobre a vida do próprio autor. Ovídio foi um dos principais poetas da Roma antiga, mas caiu em desgraça junto ao imperador e foi banido para a região onde hoje é a Romênia.

Lá ele escreveu sobre seu miserável destino, fruto de um poema e de um erro.

O poema estava cheio de conselhos sobre como amar e fazer amor, mas foi considerado muito obsceno para o a época.

Durante o exílio, o outrora famoso poeta se viu sem amigos.

A mensagem é, sem dúvida, para escolher bem os amigos antes que seja tarde demais

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Tópicos relacionados