O chinês que viralizou com vídeos em que 'bebe todas' em menos de um minuto

Liu Shichao fumando ao lado de copos com bebida Direito de imagem LIU SHICHAO
Image caption Liu Shichao aparece em vídeo bebendo uma mistura alcoólica com cerveja, Pepsi, licores e um ovo cru

O que você obtém quando mistura uma cerveja com uma Pepsi-Cola, um copo grande com destilados flamejantes e um ovo cru?

Para começar, um vídeo viral, como foi o caso do chinês Liu Shichao, que se filmou tomando a combinação da bebida em oito segundos.

Mas esse não é o único vídeo dele. Em outro, o homem é visto fumando enquanto acende seis coquetéis e toma todos, uma publicação que na segunda-feira teve mais de 800 mil visualizações no Twitter.

Em outro, Liu mistura vodca, uísque, vinho tinto, cerveja e, é claro, um ovo, e bebe o coquetel como se fosse água. Este tem um pouco mais de 500 mil visualizações.

Mas quem é Liu Shichao? Que danos está causando ao seu próprio corpo? E, acima de tudo, o que seus vídeos virais nos dizem sobre a sede de álcool na China moderna?

O começo da embriaguez

Liu filmou seu primeiro vídeo, onde bebeu sete garrafas de cerveja em 50 segundos, três anos atrás.

"Um dia eu vi um vídeo de pessoas bebendo cerveja", disse ele à BBC da China. "E pensei: posso fazer isso também."

A China tem uma enorme cultura de "celebridades digitais", que vai de blogueiros de viagem a coachs. Esse movimento estimulou Liu a publicar no Kuaishou, um site chinês de compartilhamento de vídeos.

"Meus vídeos eram curtos porque o Kuaishou só me permitia enviar vídeos de até um minuto", explica. "Precisávamos beber muito rápido para finalizá-los dentro do limite de tempo".

No seu auge, Liu tinha 470 mil seguidores e recebia até 10 mil yuanes por mês (cerca de 1,4 mil dólares ou R$ 5,6 mil) em doações, mas o Kuaishou decidiu fechar a conta porque tinha comportamentos prejudiciais à saúde.

No entanto, em agosto de 2019, um de seus vídeos publicado anteriormente no Kuaishou foi compartilhado no Twitter e Liu viralizou fora da China pela primeira vez.

"As pessoas começaram a me dizer que eu era popular no Twitter", diz ele. "E eu respondia: 'O que é o Twitter?'. Eu não fazia ideia."

'Minha esposa está irritada'

Liu tem 33 anos e vive em Hebei (uma província perto de Pequim) e se autodenomina um "camponês". Ele não fala inglês e usa um software de tradução para fazer suas publicações na internet.

"No começo, eu não conhecia nenhuma rede social", confessa. "Eu sou de uma área rural."

Direito de imagem LIU SHICHAO
Image caption Em seu primeiro vídeo, Liu bebeu sete garrafas de cerveja em 50 segundos

Como muitos sites ocidentais, o Twitter é bloqueado na China, então seus vídeos foram publicados remotamente. Liu ganhou 60 mil seguidores na rede em menos de seis semanas.

"Os fãs estrangeiros são muito apaixonados e divertidos", diz ele. "Um turco pediu meu endereço para me enviar cerveja turca."

Seus vídeos ainda geram dinheiro porque suas publicações no Twitter estão conectadas à sua conta do PayPal.

Mas não são (por enquanto) sua principal fonte de renda. Liu ganha a vida vendendo carne pela internet e também ajuda a administrar um restaurante.

A maioria de seus seguidores é de homens: "Acho que é porque eles também gostam de beber, mas talvez haja um pouco de ciúmes".

No entanto, a mulher dele não compartilha essa admiração.

"Ela está irritada e preocupada com a minha saúde", diz ele. "Muitas vezes discutimos sobre isso".

Há razões para se preocupar?

Liu insiste que não é alcoólatra. "Eu nunca bebo quando estou sozinho."

"Os verdadeiros alcoólatras do norte da China bebem sozinhos."

Também garante que não sente efeitos negativos após as gravações. "Eu realmente posso beber", diz ele - e seus vídeos não deixam dúvidas sobre essa afirmação.

No entanto, o homem de 33 anos recomenda cautela. "Todos os vídeos estão ao alcance da minha capacidade (de beber)", ele inclusive fez uma publicação nesta semana pedindo para que os adolescentes não o imitem.

Mas a médica Sara Kayat, de Londres, explica que, apesar de seu organismo de ferro, Liu corre o risco de desmaiar, vomitar e até se sufocar.

E também existem perigos a longo prazo.

"O consumo excessivo de álcool pode causar problemas de saúde mental e no fígado, além de também poder levar ao aumento da pressão arterial, batimentos cardíacos irregulares e até alguns tipos de câncer", diz ela.

O aumento excessivo do consumo de álcool na China

À medida que a China se enriqueceu, seu apetite por álcool aumentou.

De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), 4% da população chinesa teve "embriaguez" nos últimos 30 dias em 2003. Em 2016, esse número subiu para 23%.

O aumento foi particularmente forte entre os homens: 36% foram considerados bebedores compulsivos naquele ano, em comparação com 7,5% em 2003.

Direito de imagem Getty Images
Image caption Médicos se preocupam com o possível desejo de jovens por imitar o grande bebedor chinês

O médico Jason Jiang, especialista em políticas relacionadas ao álcool na Universidade La Trobe, em Melbourne, escreveu amplamente sobre o fenômeno do álcool na China e afirma que Liu faz parte de uma tendência.

"Do meu ponto de vista, o comportamento dele com álcool é muito perigoso... E o problema é que muitos jovens adoram seus tuítes, o que é ainda mais problemático", diz Jiang.

"Vi várias publicações online semelhantes de outros jovens, que querem mostrar suas habilidades especiais bebendo álcool e ainda se orgulham disso", acrescenta.

"Embora os efeitos do consumo excessivo de álcool na saúde (como cirrose hepática e câncer) possam não ser vistos a curto prazo, o abuso de álcool aumenta os riscos de outros danos relacionados à bebida, como violência, quedas e acidentes de trânsito."

Mas Liu está desfrutando muito do seu momento de fama para deixar a cerveja... e o vinho, os destilados, cigarros e os ovos.

"Muito obrigado por seu amor e apoio", publicou ele neste mês.

"Sou uma pessoa comum na China rural. Estou muito feliz em conhecê-los e farei o possível para enviar outros vídeos muito bons em breve. Amo vocês".

E então, com um clique no botão play, o chinês mistura cerveja, vinho de arroz, destilados, uma lata de energético e um ovo. E tudo é ingerido em 8 segundos.

Colaborou Ellen Jin

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Notícias relacionadas