Corpos descobertos dentro de caminhão na Inglaterra são de vietnamitas

Vista aérea de local onde corpos foram achados dentro de caminhão Direito de imagem PA Media
Image caption Corpos foram achados dentro de contêiner refrigerado de caminhão

As 39 pessoas encontradas mortas dentro de um contêiner refrigerado em um caminhão em Essex, nos arredores de Londres, eram vietnamitas — informações preliminares haviam dado conta de que eram chineses.

A polícia continua interrogando o motorista do veículo, Mo Robinson, um homem de 25 anos natural da Irlanda do Norte. Ele foi preso por suspeita de homicídio.

Autoridades da Irlanda do Norte cumpriram mandados de busca e apreensão em duas casas e a Agência Nacional de Crimes informou que está trabalhando para identificar "grupos do crime organizado que podem ter contribuído" para o incidente.

O contêiner chegou a Purfleet, em Essex, vindo de Zeebrugge, na Bélgica.

Os corpos dos 38 adultos e um adolescente foram descobertos dentro do contêiner no Parque Industrial Waterglade, em Grays, pouco depois das 1h30 de quarta-feira (21h30 de terça-feira em Brasília).

O caminhão e o contêiner deixaram o porto de Purfleet logo após as 1h05.

A polícia disse que o caminhão veio da Irlanda do Norte e buscou o contêiner em Purfleet.

O Ministério Público Federal da Bélgica informou que abriu uma investigação para elucidar o caso.

Um porta-voz do órgão disse que o contêiner chegou a Zeebrugge às 14h29 de terça-feira (9h29 de Brasília) e deixou o porto horas depois na mesma tarde antes de chegar a Purfleet na madrugada de quarta-feira.

Ainda não está claro quando as vítimas foram colocadas no contêiner ou se isso aconteceu na Bélgica, acrescentou ele.

O caminhão foi encaminhado para um local seguro nas docas de Tilbury na quarta-feira, para que os corpos possam ser "resgatados, preservando a dignidade das vítimas".

Direito de imagem Facebook
Image caption Motorista do caminhão foi identificado como Mo Robinson, de 25 anos; ele foi preso

A polícia de Essex informou que a identificação formal das vítimas "pode ser um processo demorado".

Inicialmente, as autoridades acreditavam que o caminhão teria vindo da Bulgária, mas horas depois divulgaram a informação de que o contêiner teria entrado no Reino Unido pela Bélgica.

Um porta-voz do Ministério de Relações Exteriores da Bulgária disse que o caminhão havia sido registrado no país com o nome de uma empresa de propriedade de um cidadão irlandês.

Na ocasião, ele disse ser "altamente improvável" que os mortos fossem búlgaros.

As temperaturas em contêineres refrigerados podem chegar a -25 ° C.

O primeiro-ministro Boris Johnson descreveu o caso como uma "tragédia inimaginável e verdadeiramente comovente".

Uma vigília será realizada nesta quinta-feira às 18h (14h de Brasília) em frente ao Ministério do Interior em Londres para "pedir ações urgentes para garantir uma rota segura" para pessoas que fogem da guerra e da pobreza.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Tópicos relacionados

Notícias relacionadas

Links de internet relacionados

A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos de internet