Como cabras ajudaram a salvar biblioteca presidencial de Reagan dos incêndios na Califórnia

Uma cabra marrom morde alguns arbustos secos Direito de imagem Getty Images
Image caption Uma cabra se alimenta em um pasto no sul de Pasadena, na Califórnia, no mês passado como parte dos esforços de prevenção de incêndios

Um rebanho de 500 cabras ajudou a salvar a Biblioteca Presidencial Ronald Reagan dos recentes incêndios na Califórnia.

Reagan foi presidente dos Estados Unidos entre 1981 e 1989.

Em maio, como medida preventiva, a biblioteca "contratou" as cabras de uma empresa local para que elas comessem uma área de pasto — material altamente inflamável — que ficava no entorno do complexo.

As cabras comeram o mato, criando uma barreira contra o avanço do fogo. Essa área "livre" das chamas deu aos bombeiros mais tempo para reagir aos incêndios.

Direito de imagem Getty Images
Image caption A criação de cabras é uma maneira de remover o pasto altamente inflamável

Há mais de uma semana, uma onda de incêndios atinge a Califórnia. Há alguns dias, o fogo chegou a Los Angeles, segunda maior cidade americana, o que causou a evacuação de centenas de prédios e o corte de energia elétrica como medidas de segurança.

A biblioteca de Reagan fica perto de Los Angeles e acabou ameaçada pelo fogo.

Entre as cabras, havia animais chamados Vincent van Goat, Selena Goatmez e Goatzart. Os apelidos são uma brincadeira que juntou a palavra "goat" (cabra ou bode, em inglês) com os nomes dos artistas Vincent Van Gogh, Selena Gomez e Mozart.

Os animais ajudaram a salvar algumas exposições hospedadas na biblioteca, incluindo uma peça do Air Force One (avião presidencial dos Estados Unidos) e um pedaço do Muro de Berlim.

Direito de imagem Getty Images
Image caption As cabras de um rancho perto da Biblioteca Reagan também foram resgatadas dos incêndios

"Um dos bombeiros nos disse que eles acreditavam que a barreira contra o fogo facilitava o trabalho (de combate ao incêndio)", disse Melissa Giller, porta-voz da biblioteca.

As cabras foram contratadas de uma empresa local — a 805 Goats — para limpar cerca de 52 mil metros quadrados de terra.

O empresário Scott Morris abriu a empresa em novembro passado. Enquanto a Califórnia continuar a ter ondas de incêndios, Morris diz que precisará dobrar seu rebanho para atender à demanda.

Outra grande instituição do sul da Califórnia — o Museu Getty, em Los Angeles — também foi protegida nesta semana pelo trabalho de limpeza realizado pelos funcionários.

Direito de imagem Getty Images
Image caption Voluntários tentam colocar um cavalo assustado em um trailer
Direito de imagem EPA
Image caption Os ranchos ao norte de Los Angeles foram evacuados quando o fogo se espalhou

O que aconteceu com os animais?

Fazendeiros e voluntários têm se esforçado para retirar animais de fazendas que estão no caminho do fogo na Califórnia, levando-os para trailers ou a outros locais seguros.

Em alguns casos, quando as chamas se movem muito rapidamente, os animais são simplesmente soltos na esperança de que possam escapar por conta própria e, mais tarde, recuperados.

Direito de imagem Getty Images
Image caption Uma moradora do condado de Canyon Country, a noroeste de Los Angeles, abandona sua casa com seus animais de estimação
Direito de imagem AFP
Image caption Moradores e pets precisaram fugir de suas casas para evitar os incêndios na Califórnia

Juntamente com seus donos, os animais de estimação também foram retirados de suas casas, mas muitos morreram ou se perderam.

Um grupo de Facebook de resgate de animais de estimação, dedicado a ajudar a devolver pets perdidos a seus donos, é diariamente inundado com fotos de bichos desaparecidos em meio aos incêndios.

Direito de imagem Getty Images
Image caption Lhamas também precisaram ser retiradas do caminho do fogo na Califórnia

Vários abrigos sob ameaça de incêndio também tiveram que evacuar os animais.

Dos mais de dez incêndios florestais em atividade na Califórnia, o chamado Kincade Fire, no norte do Estado, é o maior, com cerca de 3,7 milhões de metros quadrados queimados até o momento.

Na sexta-feira (25/10), o governador Gavin Newsom declarou estado de emergência em toda a Califórnia.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Notícias relacionadas