Passageira será julgada após tentar abrir porta de avião durante voo no Reino Unido

Chloe Haines Direito de imagem PA
Image caption Chloe Haines também arranhou um membro da tripulação que tentou impedi-la de abrir a porta no meio do vôo

Uma mulher admitiu ter tentado abrir a porta de um avião no meio do voo na Inglaterra. A confusão fez com que dois caças precisassem ser usados para escoltar a aeronave comercial.

Chloe Haines, de 26 anos, também arranhou um membro da tripulação que tentou impedi-la de abrir a porta do voo da Jet2 para Dalaman, na Turquia, em 22 de junho deste ano.

Dois caças da Força Aérea Britânica tiveram de levantar voo para escoltar o avião de volta ao aeroporto de Stansted, na Inglaterra, causando um estrondo sônico [o barulho dos caças rompendo a barreira do som] em Essex, condado no sudeste da Inglaterra.

Haines, que admitiu ser culpada em duas acusações, deve ser condenada pela Justiça britânica em 24 de janeiro.

Direito de imagem Getty Images
Image caption O avião Jet2 foi escoltado de volta ao aeropoto de Stansted por dois caças

Ela se declarou culpada na segunda-feira por colocar em risco a segurança de um avião de passageiros e agredir um comissário.

'Jovem problemática'

O advogado de Haines, Oliver Saxby, disse à Justiça que "não havia dúvidas" de que a jovem estava bêbada durante o episódio.

"Em qualquer análise, ela é uma jovem problemática com vários problemas sérios", disse o advogado.

Dezessete dias antes desse incidente, Haines tinha sido condenada a prestar serviços comunitários por ofender algumas pessoas durante uma crise nervosa enquanto estava alcoolizada.

O advogado disse que Haines tinha "a seu favor um envolvimento com os Alcoólicos Anônimos".

Já o juiz Charles Gratwicke alertou a jovem que "todas as opções de sentença permanecem abertas".

Suas condições para a fiança incluem que ela não possa mais entrar em nenhum aeroporto do Reino Unido.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Tópicos relacionados

Notícias relacionadas