Quarentena e luta por alimentos: como está o epicentro do surto de coronavírus na China
A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

Medo e corrida para estocar alimentos: como está o epicentro do surto de coronavírus na China

*Atualizada às 23h07 de 23/01

As cidades de Wuhan e Huanggag, na China, tiveram seus acessos bloqueados em uma tentativa de conter o surto de um novo tipo de coronavírus.

Por enquanto, são mais de 830 casos confirmados no país, com pelo menos 25 mortes. Sabe-se que o vírus já saiu da China, com casos suspeitos em países como Arábia Saudita, Coreia do Sul, Japão, Tailândia e Estados Unidos. Ainda não há casos confirmados no Brasil.

A decisão de isolar as cidades ocorre em uma época tradicionalmente movimentada na China: as comemorações do Ano Novo Lunar.

Com medo de falta de comida, os moradores de Wuhan estão estocando mantimentos. Os 11 milhões de moradores estão sendo orientados a não sair da cidade.

Direito de imagem Getty Images

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Tópicos relacionados