BBC Brasil

Deficiente neozelandesa ganha rabo de sereia para nadar

Uma mulher na Nova Zelândia que teve as duas pernas amputadas na infância ganhou uma cauda de sereia para poder nadar.

A cauda é na verdade uma roupa especial desenvolvida pela empresa Weta Workshop, a mesma responsável por figurinos, adereços, maquiagem e efeitos visuais de filmes como O Senhor dos Anéis, As Crônicas de Nárnia e King Kong.

Nadya Vessey, que diz ter "cerca de 50 anos", nasceu com uma malformação nas pernas e teve que amputá-las separadamente, aos 7 anos de idade e aos 16.

Ela contou à BBC Brasil que usava próteses para caminhar e as tirava para praticar a natação, esporte pelo qual chegou a competir.

Simulações

A ideia de usar um rabo de peixe surgiu depois que uma criança a abordou em uma praia para perguntar sobre a ausência de suas pernas. "Eu respondi que não tinha pernas porque era uma sereia", disse Nadya.

Há dois anos, ela encomendou a roupa especial à Weta Workshop, que, para sua surpresa, aceitou o desafio.

A empresa criou um protótipo de cauda no formato de corpo de Nadya a partir de simulações com modelos em 3D.

O rabo possui uma estrutura de policarbonato, material também usado na nadadeira. A "pele" é feita de uma camada de neoprene, revestida de lycra e impressa digitalmente com "escamas".

Nadya disse que ainda está se adaptando à novidade. "Estou tendo que me acostumar porque preciso nadar em movimentos ondulares."

Ela espera agora poder voltar a competir, principalmente em provas de triatlo.

Links relacionados

Links externos