Tragédia em Brumadinho: casal de idosos descreve tensa fuga de área devastada pela lama
A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

Tragédia em Brumadinho: casal de idosos descreve tensa fuga de área devastada pela lama

Vera Souza Araújo Vilaça, de 64 anos, tinha acabado de chegar à casa de Geraldo, um senhor de 90 anos que caminha com a ajuda de um andador, no Parque da Cachoeira, bairro da zona rural de Brumadinho (MG).

Havia quase dois anos que ela subia, todos os dias, os cerca de 500 metros que separavam sua chácara da dele, para lhe trazer o almoço.

"A barragem rompeu! Vim tirar o senhor daqui", gritou então um rapaz, arrendatário da terra de Geraldo, pela janela. Ele rapidamente carregou o nonagenário para fora dali.

Um ano antes, Geraldo, morador antigo e experiente da região, havia feito uma previsão para Vera: "Se um dia a barragem romper, tudo isso aqui vai embora, não vai sobrar nada".

Vera e o marido, também chamado Geraldo, nunca tinham visto a barragem da Vale, localizada a cerca de sete quilômetros dali. Mas o ancião lhes tinha garantido: era muito grande e, se rompesse, iria percorrer todo o vale, destruir todas as casas e matar quem estivesse pela frente.

Foi aí que Vera tomou uma decisão importante e arriscada: em vez de seguir a rota de fuga, desceu a colina para salvar sua família.

Veja o depoimento dela e do marido no vídeo.

Clique aqui para ler a reportagem na íntegra.

Reportagem: Amanda Rossi / Edição: Elisa Kriezis