Por que estes refugiados passaram 30 anos vivendo nas ruínas do balneário favorito de Stálin
A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

Milhares de refugiados vivem há 30 anos em ruínas do balneário favorito de Stálin

O governo da Geórgia quer investir milhões de dólares para transformar Tskaltubo em uma atração turística.

Na era soviética, a ‘cidade-spa’ abrigava sanatórios luxuosos onde as autoridades do país tomavam banhos e relaxavam, incentivadas pela crença de Joseph Stálin no poder curativo das águas termais.

Mas hoje, essas estruturas abandonadas abrigam milhares de refugiados.