China terá que aumentar mercado interno para seguir prosperando

Player

Você precisa da versão correta do Flash Player para ter acesso a este conteúdo

Baixar a versão correta

Executar formatos alternativos de arquivos multimídia

Desde a abertura econômica, em 1978, a China adotou um modelo de desenvolvimento baseado em exportação de produtos de baixo valor agregado, o que proporcionou ao país um crescimento médio de 10% ao ano ao longo das últimas décadas. Com a crise global, a economia chinesa vem sofrendo com a redução de compras de mercados-chave como Europa e EUA.

A crise deve precipitar uma mudança no modelo do país até 2020. Para enfrentar os desafios do futuro, a China pretende investir em produtos de maior valor agregado e voltados para o consumo interno.

Para incorporar ao mercado centenas de milhões de novos consumidores, a China precisa mitigar as diferenças entre a vida nas cidades e no campo - onde vive mais da metade da população chinesa, com uma renda média equivalente a um terço da dos moradores das áreas urbanas.

BRICs 2020: OUTROS VÍDEOS

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.