Crise pode fazer com que países do BRIC cheguem à liderança da economia mundial já em 2020, diz criador da sigla

Player

Você precisa da versão correta do Flash Player para ter acesso a este conteúdo

Baixar a versão correta

Executar formatos alternativos de arquivos multimídia

A crise econômica global não impedirá que os países do grupo dos BRIC estejam entre as maiores economias do mundo, como chegaram a cogitar alguns especialistas.

Na verdade, a crise pode até mesmo acelerar as mudanças na economia global que garantirão a Brasil, Rússia, Índia e China ocupar um lugar de destaque entre as potências mundiais já em 2020.

As afirmações foram feitas pelo próprio autor do conceito dos BRIC, o economista-chefe do banco de investimentos Goldman Sachs, Jim O'Neill, em entrevista exclusiva à BBC Brasil.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.