Governo comemora vitória no Líbano

Player

Você precisa da versão correta do Flash Player para ter acesso a este conteúdo

Baixar a versão correta

Executar formatos alternativos de arquivos multimídia

Autoridades do Líbano confirmaram, nesta segunda-feira, que a coalizão governista liderada por Saad Hariri, e que conta com apoio dos Estados Unidos e da Arábia Saudita, garantiu maioria do Parlamento do país nas eleições de domingo.

Segundo o Ministério do Interior libanês, a aliança 14 de Março conquistou 71 cadeiras, enquanto a oposição, liderada pelo grupo Hezbollah e com apoio da Síria e do Irã, ficou com 57 assentos.

Ainda na madrugada da segunda-feira, quando comemorou a vitória, Hariri disse que gostaria de manter um diálogo com o Hezbollah, e pediu para as pessoas que votaram no grupo que se unam e trabalhem juntos para o bem do país.

O líder governista é filho do ex-primeiro-ministro libanês Rafik Hariri, morto em um atentado a bomba em 2005, que o Líbano atribuiu à Síria. O governo sírio negou seu envolvimento.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.