Terremoto no Haiti

Repórter da BBC relata cenas 'chocantes' no Haiti

Player

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Executar com Real Media Player OU Windows Media Player

O repórter da BBC Andy Gallacher relata cenas "chocantes" que viu na capital haitiana, Porto Príncipe.

Em vinte minutos dirigindo pela cidade, é possível ver quarteirões de casas que sobreviveram à tragédia, seguidos de pilhas de escombros. Casas, escolas, delegacias de polícia ao chão.

Andy Gallacher disse que uma visita a um hospital foi de "partir o coração". Já no estacionamento, a reportagem da BBC se deparou com uma verdadeira operação de guerra.

Muitos pacientes têm medo de entrar nos hospitais, assustados com a possibilidade de novos tremores de terra. É uma experiência devastadora.

Enquanto isso, a ajuda internacional começa a chegar de várias partes do mundo. O Banco Mundial prometeu 100 milhões de dólares para amenizar os efeitos da tragédia.

O aeroporto de Porto Príncipe só está recebendo voos com finalidade humanitária. Os primeiros recursos chegaram da Venezuela, China e Estados Unidos.

O Brasil enviou um avião com 13 toneladas de suprimentos e deve mandar outro na quinta-feira. O país deve também prover uma ajuda de 15 milhões de dólares.

Sem auxílio, os haitianos estão tirando parentes e amigos dos escombros com as próprias mãos.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.